seleção brasileira

Seleção Sub-17 disputa vaga na semifinal do Mundial com a Itália

A seleção brasileira sub-17 entra em campo hoje para disputar as quartas de final com a Itália, pelo Mundial, às 20h

JC Online
JC Online
Publicado em 11/11/2019 às 9:47
Alexandre Loureiro/CBF
A seleção brasileira sub-17 entra em campo hoje para disputar as quartas de final com a Itália, pelo Mundial, às 20h - FOTO: Alexandre Loureiro/CBF
Leitura:

A seleção brasileira sub-17 enfrenta hoje a Itália pelas quartas de final do Campeonato Mundial Sub-17. O jogo será realizado no estádio Olímpico, em Goiânia, às 20h. De acordo com o técnico Guilherme Dalla Déa, o rival apresenta uma das escolas mais tradicionais do futebol internacional, embora não tenha tanto destaque nas categorias de base. Por isso, a equipe nacional espera uma grande decisão.

“A gente sabe que a Itália é uma excelente equipe, a gente conhece bem os seus jogadores. A Itália vai exigir muito da gente. Todas as seleções que estão no Mundial estão bem preparadas para a conquista. Esperados que seja um grande jogo, como os das décadas passadas também, em 1970, 1994”, comentou o treinador.

DESFALQUES

Para o duelo, Dalla Déa não poderá contar com Diego Rosa, suspenso, e Talles Magno, que sofreu uma lesão na coxa direita no final do confronto com o Chile, na semana passada – na ocasião, a seleção venceu os chilenos por 3x2, pelas oitavas de final. Por outro lado, a seleção ganha o reforço do lateral-direito Yan, que volta após cumprir suspensão.

“Nós trouxemos 21 atletas. Ainda estamos com 21, porque Talles Magno está no coração de todos nós. É importante que todos se sintam importantes neste momento. Mesmo que entrem pouco, eles têm a minha confiança. Pedrinho, Lázaro, Matheus Araújo, o próprio Renan. Quando você coloca um jogador que tem uma característica diferente, quando você mexe na equipe, você muda a característica e isso é uma artimanha nossa”, destacou.

A equipe que se classificar enfrentará o vencedor do clássico europeu entre Espanha e França, que acontecerá hoje, às 16h30, também no estádio Olímpico.

Últimas notícias