Canarinho

Tite evita euforia por primeira vitória da seleção após Copa América

Treinador também analisou últimos resultados da equipe em amistosos

Luana Ponsoni
Luana Ponsoni
Publicado em 19/11/2019 às 15:43
Fayez Nureldine /AFP
Treinador também analisou últimos resultados da equipe em amistosos - FOTO: Fayez Nureldine /AFP
Leitura:

O técnico Tite evitou qualquer demonstração de euforia depois de a seleção brasileira vencer a Coreia do Sul por 3x0 nesta terça-feira (19). O resultado conquistado em em Abu Dabi, nos Emirados Árabes, foi a primeira vitória da equipe verde e amarela desde a conquista da Copa América, em julho deste ano.  Ainda assim, o comandante da canarinho não deixou de exaltar a atuação do time.

"Não sei se é o termo (aliviado). Mas (o resultado) me deixa feliz, ainda mais com desempenho. Usaram o termo suficiente, mas, para mim, é mais do que isso, é bom. Fizemos o terceiro gol trocando 48 passes. É pouco, foi uma vitória só, eu sei que é pouco, queríamos ter melhor resultado, mas (a equipe) vai se construindo", afirmou.

INCÔMODO

Durante a entrevista coletiva após a vitória contra os orientais, o treinador ainda se mostrou incomodado pela ausência de vitórias da seleção. E fez ressalvas especiais sobre o duelo brasileiro contra a Argentina, com vitória por 1x0 para os hermanos, com gol de Messi. Antes a canarinho acumulou empates com Colômbia, Senegal e Nigéria e ainda foi derrotado pelo Peru.

"Minha expectativa era de melhores resultados. De performance, alternada. A gente teve infelicidade de quando estava melhor. A gente estava dominando o jogo, tivemos duas ou três oportunidades de marcar contra a Argentina, não fizemos e tomamos. Jogo assim te massacra, foi duro", analisou.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias