paraguai

Ronaldinho Gaúcho detido com passaporte falso, diz imprensa paraguaia

Brasileiros não precisam de passaporte para entrar no Paraguai

Karoline Albuquerque
Karoline Albuquerque
Publicado em 04/03/2020 às 23:34
Notícia
Foto: AFP
Ronaldinho Gaúcho teve o passaporte brasileiro retido em 2018. - Foto: AFP
Leitura:

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho foi detido no Paraguai nesta quarta-feira (4), de acordo com a imprensa do país. O brasileiro e o irmão teriam entrado no país vizinho com passaportes falsos. O ex-atleta teve o passaporte retido em novembro de 2018 como pena após o não pagamento de uma multa ambiental milionária. Ele pode ser liberado ainda nesta noite.

O jornal paraguaio Última Hora explicou que a polícia fez a busca na suíte do hotel em que o brasileiro estava hospedado. Os passaportes falsos com o nome de Ronaldinho e do irmão Roberto Assis eram paraguaios. O ministro do interior paraguaio Euclides Acevedo informou que eles passaram pela imigração do Aeroporto Silvio Pettirossi, em Luque, muito rapidamente.

Ainda segundo a imprensa paraguaia, Ronaldinho foi ao país para uma campanha filantrópica. Nesta quinta-feira (5), o Ministério Público paraguaio vai conceder uma entrevista coletiva para falar sobre o caso.

Sem o passaporte brasileiro, o ex-jogador não pode deixar o Brasil, exceto para países integrantes do Mercosul. E o Paraguai é, justamente, um dos integrantes do bloco econômico.

Além de Brasil e Paraguai, Argentina, Uruguai e Venezuela são membros plenos do Mercosul. O Tratado de Assunção foi assinado em 1991, com a Venezuela entrando no bloco em 2012. Os outros países sul-americanos são vinculados ao grupo como estados associados. Para viajar para esses países, basta levar a identidade.

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias