aflitos

Gallo garante seguir planejamento

O time terá tempo suficiente para se preparar para a ?estreia? no Campeonato Pernambucano, no dia 2 de fevereiro contra o Porto

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 18/01/2013 às 21:07
Leitura:

O técnico Alexandre Gallo garantiu que as baixas do elenco durante a pré-temporada não mudarão o planejamento do Náutico. De acordo com o comandante, o time terá tempo suficiente para se preparar para a “estreia” no Campeonato Pernambucano, no dia 2 de fevereiro contra o Porto. Nesta sexta-feira (18/1), mais uma vez, não treinaram os zagueiros Alemão e Jean Rolt, o lateral-esquerdo Bruno Collaço e o volante Elicarlos. Apenas 14 jogadores de linha participaram da movimentação no Centro de Treinamento Wilson Campos.

A expectativa de Gallo, de acordo com informações do departamento médico, é de que todos os jogadores estejam liberados para trabalhar normalmente na próxima semana. A única exceção será o meia Giovanni Augusto, que continuará treinando em separado, já que foi o último a chegar. Até o time principal entrar em campo - os juniores atuarão nas três primeiras rodadas -, o técnico espera que o clube tenha anunciado, pelo menos, um meia e um atacante para reforçar o grupo.

 

A partir deste sábado, Gallo começará a ter contato com todo o grupo que disputará as rodadas iniciais do Estadual. Ele comandará um coletivo e deverá fazer alguns ajustes no time, que é o mesmo que disputou a Copa São Paulo, com os reforços do goleiro Jefferson e do meia Marcos Vinícius. O elenco principal continuará trabalhando em paralelo enquanto o expressinho estiver em ação. Ele entrarão em campo no Pernambucano na próxima quarta-feira, contra o Chã Grande.

O elenco terá outra baixa até a próxima terça-feira, mas será por uma boa causa. O volante e capitão Martinez foi liberado para acompanhar o nascimento da primeira filha, no interior de São Paulo.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias