Alvirrubro

Náutico deve contratar em torno de 12 jogadores para a Série B

Diretoria iniciou contatos para reformular o elenco e o volante Marino deve chegar nesta sexta-feira

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 10/04/2015 às 7:00
Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Diretoria iniciou contatos para reformular o elenco e o volante Marino deve chegar nesta sexta-feira - FOTO: Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Leitura:

O Náutico vai passar por uma reformulação grande para a Série B do Brasileiro. A diretoria anunciou que deverá contratar em torno de oito jogadores. No entanto, esse número poderá aumentar e chegar a 12 contratações. Essa foi a quantidade de atletas que chegaram no início da temporada. Agora, a diretoria se sente obrigada a mudar e o técnico Lisca quer mais qualidade para a competição. Afinal, o time sofreu duas eliminações seguidas na Copa do Nordeste e no Campeonato Pernambucano, ambas para o Salgueiro.

A diretoria ainda apostou nos garotos da base para completar o grupo. Com os fracos resultados, dos 17 atletas, Lisca, que ainda não definiu a lista, deve ficar apenas com oito. Alguns são remanescentes de 2014, como os volantes João Ananias e Helder Ribeiro, os atacantes João Paulo e Renato, o meia Guilherme e o lateral David.

O gerente de futebol Carlos Kila defendeu os meninos e adiantou que não se pode sacrificar essa geração. "Não podemos colocar nas costas dos garotos os maus resultados. O Náutico, hoje, tem um trabalho e na próxima temporada o clube terá uma base. Não será necessário fazer tantas contratações", acredita.

Dos contratados para 2015, o zagueiro Leandro Euzébio nem chegou a estrear e foi dispensado por uma questão de indisciplina. Outro que não estreou é o lateral Bernardo. Por isso, a sua permanência é difícil. Além disso, o clube perdeu três jogadores para a temporada, todos por lesão. São os casos dos meias Jefferson Renan e Ronny, como também o zagueiro Elivélton, que foram operados. A diretoria, porém, ainda não fez a reposição desses atletas. Do grupo, é certa a permanência da maioria como o meia Bruno Alves.
Na verdade, o Náutico vai contratar para todas as posições. Ou seja: um goleiro, laterais, zagueiros, volantes, meias e atacantes.

"É evidente que para fazer uma reformulação será necessário sair jogadores. Vamos fazer isso com cuidado e respeito aos profissionais", argumentou Kila.

HILTINHO E MARINO - Dos jogadores que virão, dois estão acertados. O volante Marino, do São Bernardo-SP, e o meia Hiltinho, do Boa Esporte. Os dois tem chegada prevista para esta sexta-feira (10), embora a diretoria não confirme a vinda do meia. Outros nomes estão sendo especulados como o lateral Diego Renan, do Cruzeiro, e o zagueiro Fabiano Eller, do Red Bull-SP.

Para contratar e reforçar o grupo para a Série B, a diretoria terá que abrir o cofre. No início do ano, ficou definido que a folha salarial não poderia ultrapassar os R$ 350 mil.

"Fizemos uma economia. Mesmo assim, vamos contratar dentro das condições financeiras do clube para manter a folha em dia", afirmou Kila.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias