CHANCES

Atacante espera mais oportunidades com chegada de Gallo ao Náutico

Com as dispensas de Daniel Morais e Thiago Santana, Rafael Coelho ter mais chances como titular

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 30/04/2016 às 9:12
Foto: JC Imagem
Com as dispensas de Daniel Morais e Thiago Santana, Rafael Coelho ter mais chances como titular - Foto: JC Imagem
Leitura:

O técnico do Náutico, Alexandre Gallo, terá apenas quatro dias para arrumar o time até a primeira partida contra o Salgueiro, no Cornélio de Barros, válido pela disputa da 3ª colocação do Pernambucano, que garante vaga na Copa do Nordeste de 2017. Um dos setores que vai merecer mais atenção do novo treinador timbu é o ofensivo. Isso porque, anteontem, os dois atacantes que vinham jogando foram dispensados: Daniel Morais e Thiago Santana.

Com isso, chance para os que não vinham atuando. Caso de Rafael Coelho, que já trabalhou com Alexandre Gallo na equipe do Avaí, em 2011, e pode receber mais oportunidades com a chegada do novo comandante alvirrubro.

“Eu não vinha jogando, mas com a troca de treinador quem sabe. Acho que temos de estar prontos em qualquer momento e situação. Os dois atacantes que vinham atuando (Daniel Morais e Thiago Santana) foram afastados e apareceu mais uma oportunidade. Venho treinando forte há quase dois meses e estou bem fisicamente”, disse Rafael Coelho.

Sobre a experiência de ter trabalhado com Gallo, o atacante rasgou elogios ao novo técnico. “Gallo é um treinador que trabalha muito taticamente o posicionamento do time, além de gostar que suas equipes atuem com bastante força e velocidade. Ele é muito inteligente e que sabe usar a qualidade dos jogadores que têm.” Coelho acredita que, com a troca de treinador, o seu verdadeiro futebol possa finalmente aparecer no Náutico. “Espero melhorar meu desempenho pois não estou satisfeito com as partidas que fiz até agora. Me cobro bastante e reconheço que não ainda fiz bons jogos, mas vai que agora, com a troca de treinador, eu possa reencontrar o caminho das boas partidas e dos gols”, contou.

A cobrança é ainda maior em cima de Rafael Coelho, afinal, o contrato do atacante se encerra no final de junho. Caso ele não mostre um bom futebol até lá, dificilmente vai conseguir uma renovação com o timbu.

“Acho que sou o mais pressionado de todos da equipe, porque se eu não for bem aqui não terei outros clubes pra jogar. Ninguém quer um jogador que não foi bem no último clube. Até pra renovar com o Náutico eu terei de fazer boas partidas, pois se eu não fizer isso provavelmente não consigo renovar e vai ser difícil aparecer um outro clube interessado”, confessou Coelho.

 

Para a partida diante do Carcará, o técnico Alexandre Gallo também conta com os atacantes Rony e Jefferson Nem (da base), que possuem características de velocidade. Outro que poderia ajudar, mas ainda não readquiriu a confiança de jogo após a fratura em dois ossos do pé esquerdo, é o meia-atacante Bergson. O jogador, que se machucou na 3ª rodada do Estadual, no dia 10 de fevereiro, contra o próprio Salgueiro, só deve ser aproveitando provavelmente no início da Série B do Brasileiro.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias