TRABALHO

Técnico quer fazer o Náutico aproveitar melhor o período sem jogos

Sempre que teve a semana inteira para trabalhar, o Timbu não venceu na rodada seguinte

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 29/08/2017 às 7:13
Foto: Léo Lemos/ Náutico
Sempre que teve a semana inteira para trabalhar, o Timbu não venceu na rodada seguinte - FOTO: Foto: Léo Lemos/ Náutico
Leitura:

O Náutico não tem aproveitado bem os hiatos mais longos entre uma rodada e outra nessa Série B. Sempre que teve a semana livre para treinar, no jogo seguinte, o Timbu acabou saindo de campo derrotado. Foi assim após arrancar um excelente empate na casa do Londrina, na 16ª rodada, e, no fim de semana posterior, revés para o Criciúma na Arena de Pernambuco. Contra o Luverdense, pela 19ª rodada, vitória por 1x0. Mas, no compromisso subsequente, uma semana após, derrota para o América-MG, em Belo Horizonte. Por último, nem mesmo o excelente triunfo contra o Figueirense por 2x0, e os 10 dias trabalhando com o moral elevado, evitaram que os alvirrubros sucumbissem diante do Ceará.

Ciente de que não basta só vencer em casa e que precisa fazer o Náutico emplacar uma sequência de vitórias, Roberto Fernandes acredita que a equipe timbu está próxima de arrancar pontos dos rivais, mesmo jogando fora de casa. “Em competições de pontos corridos, para escapar do rebaixamento, basta vencer como mandante. Já estamos fazendo isso, mas, como a nossa situação é mais delicada, também precisaremos roubar pontos fora. Sendo que, nos três últimos jogos que tivemos fora de casa enfrentamos três equipes que estavam no G-4: Vila Nova, América-MG e Ceará. Mesmo assim, pelo que estamos jogando, acredito que o Náutico está próximo de conquistar uma vitória fora também”, falou o treinador alvirrubro.

FORÇA MÁXIMA

Com os 10 dias livres para trabalhar antes do confronto diante do Brasil-RS, no dia 6 de setembro, na Arena de Pernambuco, Fernandes deve contar com todos os atletas à sua disposição, já que ninguém está suspenso e os únicos que estão na fase de transição - David e Léo Carioca - devem ser liberados para treinar com o grupo ainda nesta semana. Essa pausa será bastante importante para William, em especial. Isso porque o centroavante chegou ao Náutico acima do peso e sem ritmo de jogo - não atuava desde 2 de maio. Como não enfrentou o Ceará, William terá cerca de 20 dias para aprimorar o condicionamento. Com isso, a expectativa é que ele melhore o seu desempenho contra os gaúchos.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias