Superação

Com milagres de Bruno, Náutico bate Flu de Feira e passa na Copa do BR

Goleiro alvirrubro salvou o Timbu, que venceu por 1x0 na Bahia

Diego Toscano
Diego Toscano
Publicado em 14/02/2018 às 23:25
Léo Lemos/Náutico
Goleiro alvirrubro salvou o Timbu, que venceu por 1x0 na Bahia - FOTO: Léo Lemos/Náutico
Leitura:

No sufoco e com brilho da defesa, o Naútico está na terceira fase da Copa do Brasil. Nesta quarta (14), o Timbu bateu o Fluminense de Feira por 1x0 e se classificou na competição nacional. Mesmo com o gol do artilheiro Wallace Pernambucano, os grandes nomes da partida do Náutico foram da defesa: o goleiro Bruno e o zagueiro Breno Calixto. Os dois salvaram o Náutico em pelo menos sete oportunidades do Fluminense de Feira. O arqueiro, por sinal, teve uma noite de redenção na Bahia.

Substituto imediato de Jefferson, uma das referências do elenco, Bruno entrou numa fogueira também na Copa do Brasil, só que na fase anterior, contra o Cordino (MA). E viveu literalmente uma roleta russa nesse início. No Maranhão, entrou no segundo tempo e salvou o Náutico nos minutos finais. Oito dias depois, contra o Botafogo-PB, falhou feio no segundo gol e foi um dos responsáveis pela derrota na Paraíba. Ontem, teve noite de gala e garantiu o Náutico na terceira fase.

O JOGO

No primeiro tempo, o Fluminense de Feira fez valer o mando de campo e partiu pra cima do Náutico. O time baiano teve as melhores oportunidades nos 45 minutos iniciais, mas esbarrou em noite inspirada do goleiro Bruno. Na única chance que teve, o Timbu abriu o placar com o goleador Wallace Pernambucano.

Ao todo, quatro chances do Fluminense de Feira na etapa inicial. Aos sete, Rodolfo Potiguar lançou e Levi chutou para boa defesa de Bruno. Arbitragem marcou impedimento no lance. Com 24, Eduardo tentou um voleio na pequena área e o goleiro do Náutico salvou de novo. O arqueiro ainda salvou mais uma, aos 30 minutos, quando Diego Aragão cruzou, a bola desviou em Kevyn e ele se esticou para salvar.

No melhor momento do Flu de Feira, o Náutico foi cirúrgico. Cruzamento de Fernandinho e Wallace Pernambucano fuzilou Deola de cabeça. Sexto gol do camisa 9 do Timbu na temporada, artilheiro do clube alvirrubro na temporada 2018.

Na segunda etapa, ainda mais pressão do Fluminense de Feira e outra série de milagres do garoto Bruno. Com quatro minutos, cabeçada de Raniere e defesa no ângulo esquerdo, de mão trocada. Aos 16, Daniel chutou de fora da área e o goleiro jogou para escanteio. Com 28, Deizinho cabeceou sozinho e Bruno salvou com as pernas.

Com 33, o lance mais inacreditável da partida. Após erro de Negretti, a bola sobrou para Rodolfo Potiguar, que arrematou de fora da área e viu a bola explodir na trave. Na sobra, Levi chutou e Breno Calixto salvou em cima da linha. No final, choro do goleiro Bruno no campo e classificação garantida.

FICHA DO JOGO

(0) FLUMINENSE-BA
Deola; Edson, Ranieri, Eduardo (Willames José) e Daniel; Rodolfo Potiguar, Deizinho (Luiz Paulo), Diego Aragão; Dinda (Maranhão), Roberto Pítio e Levi. Técnico: Evandro Guimarães. Esquema: 4-3-3.

(1) NÁUTICO
Bruno; Thiago Ennes, Breno Calixto, Camutanga e Kevyn; Josa, Negretti e Medina; Fernandinho (Cal Rodrigues), Rafael Assis (Robinho) e Wallace Pernambucano (Daniel Bueno). Técnico: Roberto Fernandes. Esquema: 4-3-3.

Local: estádio Joia da Princesa (BA). Árbitro: Renan Roberto de Souza (PB). Assistentes: Luis Filipe Gonçalves Correa e Márcio Freire Lopes (ambos de PB). Gols: Wallace, aos 26 min do 1ºT. Cartões amarelos: Diego Aragão (F) e Levi; Camutanga, Medina, Cal Rodrigues e Rafael Assis (N).

Últimas notícias