Pernambucano

Reservas batem Flamengo e classificam Náutico para mata-mata do PE

Timbu bateu o time de Arcoverde por 1x0 e assumiu a ponta do Estadual

Diego Toscano
Diego Toscano
Publicado em 26/02/2018 às 21:51
Alexandre Gondim/JC Imagem
Timbu bateu o time de Arcoverde por 1x0 e assumiu a ponta do Estadual - FOTO: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

O “expressinho” do Náutico fez mais uma vítima nesta segunda (26), pela nona rodada do Estadual. Na Arena de Pernambuco, o Timbu bateu o Flamengo de Arcoverde por 1x0 e retomou a liderança do Pernambucano. De quebra, os reservas do clube alvirrubro garantiram a equipe no mata-mata do certame local com duas rodadas de antecedência.

Classificado, o Náutico agora volta as suas atenções para outro confronto eliminatório. Na Copa do Brasil, o Timbu pega nesta quarta (28) o Cuiabá, na Arena de Pernambuco, pelo jogo de ida da terceira fase da competição nacional.

O JOGO

Um primeiro tempo sonolento na Arena de Pernambuco. O Náutico, mesmo com as ações da partida, teve apenas duas chances claras. Com 21, Júnior Timbó cobrou falta e a bola bateu no travessão do Flamengo de Arcoverde. Já aos 34, Robinho quase faz uma pintura na Arena. Atacante recebeu no meio de campo, driblou três adversários e chutou colocado. Bola raspou a trave esquerda do goleiro Alex.

O Flamengo, com uma marcação praticamente individual nos primeiros 45 minutos, pouco ameaçou a meta do goleiro Bruno. Aos 36, Aruá arrematou de longe e o arqueiro alvirrubro pegou. Dois minutos, novamente com o volante, Aruá aproveitou rebote na pequena área e chutou para fora.

No segundo tempo, o Náutico continuou com bom volume de jogo, mas conseguiu ser mais cirúrgico. Foram três chances até o gol alvirrubro. Com três, Daniel Bueno fez boa jogada e rolou para Robinho. O atacante girou o corpo e chutou cruzado. Alex salvou, a bola ainda bateu na trave e foi para escanteio. Aos 14, cruzamento de Júnior Timbó e desvio de Camacho. Bola passou perto da meta do Flamengo. No minuto seguinte, Timbó recebeu na entrada da área e arrematou. Bola passou perto da trave direita.

O interessante é que o Timbu chegou ao seu gol logo depois do melhor momento do Flamengo na partida. Em dois minutos, duas chances claras do time de Arcoverde e o gol alvirrubro. Com 20, Índio cruzou e Charles desviou. A bola passou raspando. No mesmo minuto, lançamento na área, George cabeceou e Bruno salvou o Náutico. A jogada seguiu, o goleiro do Timbu tocou para Gabriel Araújo, que rolou para Júnior Timbó. O meia lançou Robinho, que chegou na linha de fundo e cruzou na área. Odilávio se antecipou e balançou as redes do Flamengo.

FICHA DE JOGO - NÁUTICO 1X0 FLAMENGO DE ARCOVERDE

NÁUTICO
Bruno; Bryan, Rafael Ribeiro, Camacho e Gabriel Araújo; Willian Gaúcho, Luiz Henrique e Júnior Timbó; Robinho (Cal Rodrigues), Daniel Bueno (Odilávio) e Rafael Assis (Rogerinho). Técnico: Roberto Fernandes.

FLAMENGO DE ARCOVERDE
Alex; Walber Felipe, Alaf, Charles e Jorge; Mardley, Aruá (Anderson Felipe), Naldinho e Índio. Marlon (Nem) e George (Mancha). Técnico: Alexandre Lima.

Local: Arena de Pernambuco. Árbitro: Gleydson Ferreira Leite (PE). Assistentes: Francisco Chaves Bezerra Junior e Elan Vieira de Souza (ambos de PE). Gol: Odilávio, aos 21 min do 2ºT. Cartões amarelos: Rafael Ribeiro, Gabriel Araújo e Robinho (N). Mardley e Alaf (F). Cartão vermelho: Mardley (F). Público: 1.140. Renda: R$ 9.420.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias