Mistério

Náutico ainda não definiu se irá com força máxima contra o Belo Jardim

Já classificado no estadual, o técnico do Náutico deixou no ar a possibilidade de poupar atletas para o duelo contra o Bahia, pela Copa do Nordeste

Heitor Nery
Heitor Nery
Publicado em 05/03/2018 às 22:01
Léo Lemos/Náutico
Já classificado no estadual, o técnico do Náutico deixou no ar a possibilidade de poupar atletas para o duelo contra o Bahia, pela Copa do Nordeste - FOTO: Léo Lemos/Náutico
Leitura:

O técnico do Náutico, Roberto Fernandes, se aproveitou do primeiro treino tático aberto à imprensa, desde a pré-temporada, para aumentar o mistério em relação ao time que mandará a campo na última partida da fase classificatória do Campeonato Pernambucano. Deixando no ar se irá escalar força máxima ou se irá poupar os titulares diante do Belo Jardim, em jogo alterado para as 21h45 da quarta-feira (7), no Estádio Municipal Sesc/Mendonção, no Agreste. O jogo estava marcado para às 20h.

Líder do Estadual com 18 pontos, dois a mais que o Sport, o alvirrubro assegura a primeira colocação se bater o rival alviverde, sem precisar contar com resultado de terceiros. Nesse caso, garantiria o mando de campo nas quartas de final, numa eventual semifinal e ainda decidiria o título em casa, caso avance às finais. O problema é que, no sábado, a equipe tem jogo decisivo da Copa do Nordeste, diante do Bahia, no Arena de Pernambuco. Por isso a possibilidade de escalar reservas nesta quarta.

No treinamento desta segunda, no centro de treinamento alvirrubro, Roberto Fernandes dividiu o grupo em dois. Os titulares realizaram atividade em separado, num dos campos mais afastados do complexo. Em outro, os reservas. O treinador já antecipou que não irá divulgar quem irá a campo, até o dia da partida.

Único jogador a dar entrevistas nesta segunda-feira (5), Thiago Ennes não deu pistas sobre quem joga. "A gente não sabe quem vai começar jogando. A equipe que for entrar vai dar conta do recado, independente se for o time que está jogando ou não", comentou o atleta do Náutico durante coletiva no CT.

LESIONADOS

Ainda nesta segunda (5), o médico Rodrigo Sales previu mais um mês para liberar o goleiro Jefferson. "Ele tem evoluído bem na fisioterapia, tem um histórico bom de lesão. Isso tudo favorece", ressaltou. Já sobre o atacante Fernandinho, sem previsão. "É um caso onde ele teve uma lesão bem próxima da que já tinha tido. Então, em função disso, a gente tem que ter um pouco de cautela. Hoje, por conta de uma virose, ele não veio para campo, mas está indo bem também e a gente acredita que em breve vai poder ser liberado", declarou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias