CATEGORIAS DE BASE

Náutico colhe os frutos por estar apostando na base

Quase metade do elenco alvirrubro é formado por atletas vindos da base

Matheus Cunha
Matheus Cunha
Publicado em 05/03/2018 às 11:07
Alexandre Gondim/JC Imagem
Quase metade do elenco alvirrubro é formado por atletas vindos da base - FOTO: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Precisando de todo o elenco em início de ano desgastante, o Náutico tem encontrado na base um trunfo para vencer as partidas. Dos 37 jogadores do plantel, quase metade é oriundo das categorias de base. Nos 17 jogos do time no ano, seis foram decididos por garotos, que estão se destacando neste começo. Uma geração de ouro alvirrubra que terá uma dura missão em 2018: recolocar o time na Série B.

Contra o América, na primeira vitória do ano, a equipe empatava até os acréscimos do segundo tempo quando o volante e estreante Willian Gaúcho, que já havia marcado um tento, decidiu o jogo com um belo gol de falta. Ante o Pesqueira fora de casa, o tento do empate foi do atacante Tharcysio, salvando o Timbu da derrota. Na única goleada da equipe, atuação de gala dos garotos, que marcaram três (zagueiro Rafael Ribeiro e atacantes Robinho e Odilávio) dos quatro gols contra o Salgueiro. Na estreia de Ortigoza, quem salvou foi Robinho, que marcou após bela assistência do paraguaio contra o Afogados. Já ante o Flamengo de Arcoverde, o futebol-resultado prevaleceu com Odilávio fazendo o gol do triunfo. Fechando a lista, na última quarta, novamente Tharcysio apareceu para marcar na vitória contra o Cuiabá, na Copa do Brasil.

O primeiro a se destacar no ano foi Jefferson. Com 24 anos, o jogador foi um dos únicos do time titular da Série B de 2017 que permaneceu no time. No gol, inclusive, o clube tem mais dois garotos: Bruno e Sérgio. Entre os zagueiros, Rafael Ribeiro, que no ano passado jogou como titular na reta final da Série B, Samuel, que estreou em 2018 no profissional, e Richard, que ainda não jogou na equipe de cima. Nas laterais, o único titular consolidado da base é Kevyn. Com 20 anos, o jogador desbancou Gabriel Araújo e já fez 10 jogos como titular.

Já o meio de campo é puxado por Willian Gaúcho, herói da partida contra o América, com dois gols, e um dos xodós da torcida. O mais experiente dos garotos é Cal, que está na sua terceira temporada. Ainda buscando mais chances, o volante Christiano, mais conhecido como Xuxa, e os meias Luiz Henrique e Felipinho, fecham o setor de contenção e criação.

AS PRINCIPAIS REVELAÇÕES

Lá na frente, as maiores revelações do clube alvirrubro na temporada são Robinho e Tharcysio. Os dois, junto com o lateral Thiago Ennes, o zagueiro Camutanga e o volante Negretti, são os que mais atuaram pelo Náutico, com 11 aparições. O primeiro virou titular absoluto atuando pelas pontas e o segundo, apesar de ainda ser reserva, é o vice-artilheiro do time, com quatro gols. Fechando a lista de garotos do elenco estão Odilávio e Rogerinho.

“Nossa base é muito forte. Dudu Capixaba (técnico do Sub-20) e toda a diretoria da base fizeram um trabalho excelente. Temos certeza que estamos aproveitando as oportunidades”, afirmou o atacante Tharcysio.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias