Contratações

Náutico deverá promover saídas no elenco para a Série C

Título do Pernambucano não irá significar a permanência de todo elenco do Náutico para a Série C. Clube já trouxe 4 reforços para o torneio

Heitor Nery
Heitor Nery
Publicado em 12/04/2018 às 21:50
Fernando Torres/Ascom Paysandu
Título do Pernambucano não irá significar a permanência de todo elenco do Náutico para a Série C. Clube já trouxe 4 reforços para o torneio - FOTO: Fernando Torres/Ascom Paysandu
Leitura:

O título do Pernambucano não significará que o Náutico vai permanecer com todo o elenco para a Série C, principal competição do ano. Só nesta semana, quatro jogadores já foram contratados: o lateral Tiago Costa, o meia Jhonnatan, o meia-atacante Lelê e o atacante Dudu. Já outros atletas, que não deram certo neste início de temporada, estão sendo analisados para negociar suas saídas.

“Provavelmente isso deve acontecer de forma muito resumida. Por exemplo: a gente não tem meias que atuem pelo lado, mas atacantes de beirada. Lelê vem porque temos a falta de um jogador de lado que dê dinâmica de jogo, com posse de bola. Já Tiago Costa vem por ser um lateral de força. Não é só defensivo nem só ofensivo. Precisávamos de um jogador com essa característica também”, afirmou o vice-presidente de futebol do Náutico, Diógenes Braga, ao Blog do Torcedor.

Só 35 jogadores podem ser inscritos na Série C

Além da contenção de gastos, a saída de outros atletas também se deve ao fato de, na Terceirona, só poderem ser inscritos até 35 atletas. A redução do elenco também afetará jogadores da base que não tiveram tantas oportunidades neste começo de temporada.

Ao, o vice-presidente alvirrubro confirmou o número reduzido de inscritos e que o elenco vai mesmo passar por mudanças, mas que os atletas ainda não foram comunicados. “Deve sair mais gente que entrou. Precisamos reduzir o elenco porque a Série C só tem 35 inscrições”, explicou Diógenes Braga.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias