Série C

Gilmar Dal Pozzo tem difícil missão para armar o Náutico sem Thiago e Paulinho

A dupla de atacantes desfalca o Náutico na próxima rodada, contra o Sampaio Corrêa, nos Aflitos

Fernando Castro
Fernando Castro
Publicado em 08/08/2019 às 15:23
Notícia
Léo Lemos/Náutico
A dupla de atacantes desfalca o Náutico na próxima rodada, contra o Sampaio Corrêa, nos Aflitos - FOTO: Léo Lemos/Náutico
Leitura:

Faltando apenas três rodadas para terminar a primeira fase da Série C, dois importantes jogadores do ataque do Náutico se lesionaram e desfalcam o time pelo menos para o próximo jogo, contra o Sampaio Corrêa, na próxima segunda-feira, nos Aflitos. Sem poder contar com Thiago e Paulinho, o técnico Gilmar Dal Pozzo vai ter que quebrar a cabeça para montar alternativas para a equipe. Pelo menos quatro jogadores brigam pelas duas vagas.

A dupla já havia ficado de fora da derrota para o Globo-RN, na última rodada. Na oportunidade, o meia Jean Carlos substituiu Paulinho e o atacante Jefferson Nem entrou na vaga deixada por Thiago. Com as mudanças, as peças ofensivas do Náutico mudaram de posição. Jean Carlos flutuou entre o meio e o ataque, enquanto Matheus Carvalho, que vinha fazendo a função, passou a jogar na ponta direita. Já na ponta esquerda, sem Paulinho, Jefferson Nem assumiu a posição.

Para o decisivo confronto contra o Sampaio Corrêa, Gilmar Dal Pozzo ainda não esboçou a provável escalação do Náutico, mas devido ao desempenho abaixo na última partida, é provável que o time tenha mudanças, pelos menos de postura. No segundo tempo do jogo contra o Globo-RN, o treinador alvirrubro deu indícios de insatisfação. Jean Carlos e Jefferson Nem foram substituídos pelos atacantes Álvaro e Neto Pessôa, respectivamente.

Embora Jean Carlos, Jefferson Nem, Álvaro e Neto Pessôa sejam os principais candidatos na briga pelas duas vagas, outros dois jogadores correm por fora da disputa. Artilheiro do Náutico na temporada, Wallace Pernambucano perdeu a titularidade para Rafael Oliveira no ataque há duas rodadas, mas poderia ser uma alternativa para o meio-campo, posição em que já jogou durante a carreira e no próprio Náutico.

Treinando com bola desde o início da semana passada, o atacante Odilávio tem aprimorado a parte física e poderia ser uma opção, mas como não entra em campo há quase três meses, deve começar a partida no banco de reservas. Outro jogador da posição que tem o caso parecido é Rafael Assis, que também faz trabalhos específicos com a preparação física, já que só entrou em campo em quatro oportunidades no ano.

LESÕES

Thiago teve uma lesão muscular de grau dois na coxa direita e sequer viajou para o Rio Grande do Norte, já que sentiu as dores depois do jogo-treino contra o Retrô, na semana passada. Já Paulinho, até chegou a viajar com a delegação alvirrubra, mas acabou sentindo dores na véspera do jogo contra o Globo-RN e teve constatada uma lesão de grau um na coxa esquerda. A dupla já iniciou o tratamento e o prazo para retornarem às atividades não foi divulgado pelo departamento médico do Náutico.

ALTERNATIVAS PARA AS POSIÇÕES

Meia: Jean Carlos, Matheus Carvalho ou Wallace Pernambucano

Ponta esquerda: Matheus Carvalho, Jefferson Nem ou Álvaro

Ponta direita: Matheus Carvalho, Jefferson Nem ou Neto Pessôa

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias