NÁUTICO

Focado no Paysandu, Josa prefere esquecer quartas de final de 2018

O volante alvirrubro também falou sobre a arbitragem de Anderson Daronco

Pedro Alves
Pedro Alves
Publicado em 30/08/2019 às 7:45
Léo Motta/JC Imagem
O volante alvirrubro também falou sobre a arbitragem de Anderson Daronco - FOTO: Léo Motta/JC Imagem
Leitura:

A primeira partida das quartas de final do Campeonato Brasileiro da Série C está chegando e a preparação do elenco do Náutico para a partida segue a todo o vapor. O timbu busca não repetir o mesmo resultado de 2018, em que a equipe foi eliminado pelo Bragantino nesta mesma fase da competição.

"A gente vai ter que estar muito concentrado. Essa primeira partida define 60%, 70% do mata-mata. A gente vem demonstrando um bom futebol, fazendo boas partidas e eu acho que se a gente estiver concentrado e conseguir fazer o que estamos fazendo nos outros jogos, com uma marcação forte, a gente consegue se sobressair", afirmou Josa.

Nas quartas de final de 2018 o Náutico perdeu o primeiro jogo pelo placar de 3x1 para o Bragantino em São Paulo. Para Josa, os remanescentes do ano passado aprenderam a lição e preferem olhar para frente e buscar um resultado diferente.

"A gente até comentou sobre o ano passado. É uma coisa que ficou para trás, a gente vive um momento novo, com atletas diferentes, treinador diferente, então a gente tem que esquecer um pouco o ano passado e focar no momento. O que a gente tem que levar de bom a gente vai levar, o de ruim eu prefiro nem lembrar. Tomara que esse ano seja bem diferente e a gente conquiste o acesso", disse o volante.

Arbitragem

Uma polêmica envolvendo a partida entre Paysandu x Náutico é a arbitragem. Isso porque em 2018, o Bragantino marcou um gol irregular contra o timbu e o árbitro era Anderson Daronco, que também está escalado para a partida deste domingo.

"O Daronco está entre os melhores do Brasil. Não vamos jogar muito a culpa no Daronco porque faltou muito da gente naquele jogo. Ele é um cara que apita Série A e Campeonatos Internacionais e isso já demonstra a qualidade dele. Se ele errou, faz parte porque ser humano erra. Espero que ele venha para fazer um bom trabalho e um bom jogo", completou Josa.

Últimas notícias