Vela

Scheidt e Prada mantém 2.º lugar no Mundial de Star

Brasileiros perderam apenas um ponto em relação aos primeiros colocados

Priscila Miranda
Priscila Miranda
Publicado em 07/05/2012 às 17:27
Leitura:

Os rivais que devem brigar pela medalha de ouro na classe Star da vela nos Jogos de Londres já estão dando, no Mundial de Star, uma mostra do que deve ser a disputa olímpica. Nesta segunda-feira (7), os britânicos Iain Percy e Andrew Simpson assumiram a liderança do Mundial de Hyères, na França, com os brasileiros Robert Scheidt e Bruno Prada em segundo. A diferença entre os dois barcos é de apenas um ponto perdido.

Scheidt e Prada, que estão em busca do tricampeonato mundial, terminou a regata do dia na sexta posição e se manteve em segundo na classificação geral. A diferença é que antes os líderes eram Peter O’Leary e David Burrows, da Irlanda, e agora o primeiro lugar é ocupado pelos atuais campeões olímpico.

"Nossa regata foi muito boa e, apesar de alguns erros táticos, conseguimos manter o nosso objetivo que era fazer as três regatas entre os 10 primeiros colocados. A previsão para esta terça-feira é de ventos mais fracos, por isso foi muito importante manter esta média boa", disse Bruno Prada.

Conforme já havia divulgado, a estratégia da dupla brasileira muda a partir da quarta de seis regatas. Nesta segunda metade do Mundial, a partir de terça-feira, eles vão atrás de vitórias em todas as regatas. "Queremos ser um pouco mais agressivos taticamente, e tentaremos velejar mais pelas pontas da raia", avisou Prada.

MUNDIAL DE 49ER - Nesta segunda-feira teve início em Zadar, na Croácia, o Mundial da classe 49er. André Fonseca e Marco Grael, que ainda buscam a classificação olímpica para o Brasil, terminaram o primeiro dia no 41.º lugar, com 43 pontos perdidos após três regatas. Quinze países já estão garantidos em Londres e as cinco últimas vagas sairão do Mundial, que termina no sábado.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias