Campeonato Inglês

Chelsea e City comandam caça ao Arsenal na Premier League

O Chelsea (2º) precisam vencer fora de casa

Da AFP
Da AFP
Publicado em 02/12/2013 às 19:10
Leitura:
O atual vice-campeão Manchester City (3º) e o Chelsea (2º) precisam vencer fora de casa Sunderland (19º) e West Bromwich (12º), nesta quarta-feira , pela 14ª rodada do Campeonato Inglês, para pressionar o líder Arsenal.

Os 'Gunners', que têm quatro pontos de vantagem sobre os 'Blues', recebem o surpreendente Hull City (10º). No último domingo, o Hull protagonizou a maior zebra da rodada ao derrotar por 3 a 1 o Liverpool, que caiu da segunda para a quarta posição. Os 'Reds' tentarão se redimir em casa diante do Norwich City (14º).

O Arsenal, que sofreu apenas duas derrotas em 13 jogos, tentará buscar seu terceiro triunfo seguido na Premier League, após ter atropelado o Cardiff City por 3 a 0 no último sábado.

Os comandados do técnico francês Arsène Wenger também estão em ótima posição na Liga dos Campeões, liderando o 'grupo da morte' (F) com 12 pontos graças à sua vitória por 2 a 0 sobre o Olympique de Marselha na terça-feira.

Depois de um início de temporada de altos e baixos, o Manchester City também está embalado, depois de duas vitórias contundentes (6-0 sobre Tottenham e 3-0 sobre Swansea) e sonha em alçar voos mais altos no campeonato.

O outro time de Manchester, o atual campeão United (8º), parece ter reencontrado seu futebol depois de um início de campanha conturbado. Na última quarta-feira, os 'Red Devils' aplicaram uma goleada de 5 a 0 no Bayer Leverkusen, jogando fora de casa em um duelo válido pela Liga dos Campeões.

No último domingo, eles conseguiram segurar um empate em 2 a 2 com o Tottenham em White Hart Lane. Nesta quarta-feira, o Manchester United vai receber um adversário complicado em Old Trafford, o Everton, quinto colocado com os mesmos 24 pontos do vizinho Liverpool.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias