Luta livre

Japonesa fatura 13º título mundial na luta e amplia maior soberania do esporte

Saori Yoshida tem 33 anos e é campeã do mundo na luta livre desde os 19

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 10/09/2015 às 9:54
Divulgação/Twitter @Wrestling
Saori Yoshida tem 33 anos e é campeã do mundo na luta livre desde os 19 - FOTO: Divulgação/Twitter @Wrestling
Leitura:

Nem Teddy Riner, muito menos Usain Bolt. Ninguém no esporte mantém uma soberania tão grande sobre seus adversários quanto Saori Yoshida. Pouco conhecida no Brasil, mas adorada no Japão, a atleta de 32 anos conquistou, na madrugada desta quinta-feira, o seu 13.º título mundial consecutivo na categoria até 55kg da luta livre.

A mais recente conquista foi obtida em Las Vegas, nos Estados Unidos, com vitória na final sobre a sueca Sofia Mattsson, por 2 a 1. A europeia conseguiu algo raro: ter a possibilidade de ganhar da japonesa, que só perdeu duas vezes ao longo de toda a carreira, nunca em uma grande competição.

Yoshida ganhou seu primeiro título mundial da categoria até 55kg em 2002, aos 19 anos. Faturou o bi em 2003 e o tri em 2005 - o Mundial não foi realizado em 2004, ano no qual ganhou sua primeira medalha de ouro olímpica. Depois, engatou conquistas seguidas até 2015. É também tri dos Jogos Olímpicos e tetra dos Jogos Asiáticos.

Com mais um título mundial, ela iguala a hegemonia histórica de Serguei Bubka, que venceu no salto com vara todos os Campeonatos Mundiais de Atletismo disputados entre 1983 e 1997 - foram 14 anos de soberania, com seis títulos, porque o torneio era quadrianual e depois se tornou bianual.

Se for campeã olímpica no ano que vem, Yoshida vai ser a quarta pessoa da história a se tornar tetracampeã de uma mesma prova nos Jogos, igualando os norte-americanos Al Oerter (venceu no disco entre 1956 e 1968) e Carl Lewis (campeão no salto em distância de 1984 a 1996).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias