Pentatlo

Yane vai à China para buscar vaga na etapa final da Copa do Mundo

Pernambucana tem como meta ficar entre as 10 primeiras no país asiático para se garantir na Inglaterra

Moisés Holanda
Moisés Holanda
Publicado em 25/05/2011 às 22:26
Foto: Marius Fiskum/Divulgação
FOTO: Foto: Marius Fiskum/Divulgação
Leitura:

Única brasileira que viajou para Chengdu, na pequena província chinesa de Sichuan, a pernambucana Yane Marques começa a disputar nesta quinta-feira (25/5) a quarta e última etapa da Copa do Mundo de Pentatlo Moderno. Reunindo bons resultados até então, a sexta colocada do ranking internacional pretende assegurar a classificação para a final do torneio, que será realizada em Londres para apenas 36 competidoras.

Apesar do alto nível da competição, conquistar a vaga não será uma missão tão difícil para a afogadense, que nas etapas dos Estados Unidos, Itália e Hungria conquistou as 8ª, 17ª e 5ª colocações, respectivamente.

Antes de chegar ao destino final, na China, Yane passou quatro dias na Itália, onde aproveitou para realizar um camping preparatório para a última fase. “Quando a competição é na Ásia, é de praxe fazer uma quebra na viagem para ajustar o fuso horário”, comentou o coordenador técnico da Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno, Michael Cunningham. “Se eu fosse direto para o outro lado do planeta, acabaria trocando o dia pela noite e isso afetaria o meu rendimento na competição, então optamos por fazer uma pausa na Itália”, completou a pentatleta.

Como aconteceu nas outras fases da Copa, o objetivo da pernambucana é conquistar um bom resultado na semifinal de hoje, ir para a final no sábado e concluir entre as 10 primeiras. “Dessa forma, Yane assegura a posição e vai à final em Londres”, ressaltou Cunningham.
Toda essa estratégia é para que a pernambucana some pontos suficientes no ranking internacional para garantir a vaga aos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

Leia mais na edição desta quinta-feira (26/5) do JC

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias