LAS VEGAS

Piloto inglês morre em acidente na última etapa da Indy

Carro de Dan Wheldon, 33, foi catapultado contra o alambrado do circuito

Jacques Waller
Jacques Waller
Publicado em 16/10/2011 às 21:47
Leitura:

O inglês Dan Wheldon, de 33 anos, morreu neste domingo (16) após se envolver em grave acidente que encerrou precocemente a última etapa da Fórmula Indy na temporada 2011, em Las Vegas. O piloto chegou a ser resgatado de helicóptero na pista e encaminhado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

"A Indy está muito triste em anunciar que Dan Wheldon faleceu por conta das graves lesões que sofreu", declarou Randy Bernard, principal executivo da Indy. "Nossos pensamentos e orações estão com sua família hoje. A Indy, seus pilotos e proprietários decidiram encerrar a corrida. Em homenagem a Dan Wheldon, os pilotos decidiram percorrer cinco voltas no circuito", afirmou.

O acidente, que atingiu 15 carros, teve início com um toque de James Hinchcliffe em Sebastian Saavedra, que perdeu a traseira na curva 1 e atingiu outros pilotos. Alguns carros pegaram fogo e foram arremessados uns contra os outros e contra o alambrado. Detritos foram lançados em todas as direções, em meio à fumaça que encobriu a pista.

"Parecia uma cena de filme, a mais grotesca possível", comentou a piloto Danica Patrick, que fazia sua despedida da categoria neste domingo. "Nunca vi algo parecido. Parecia uma cena de guerra. Havia pedaços de metal e carros em fogo por toda a pista. Foi assustador, insano", afirmou Ryan Briscoe. Apesar da violência do acidente, a maioria dos corredores saiu ilesa do choque.

O carro de Wheldon, contudo, foi catapultado com violência contra o alambrado do circuito. O resgate do piloto, que largou em 28º e estava em 24º no momento do choque, foi delicado e gerou grande tensão entre os demais competidores. Cerca de uma hora depois do acidente, os organizadores da Indy confirmaram a morte.

Com a decisão de encerrar a corrida, os organizadores confirmaram o título da temporada para o escocês Dario Franchitti, que se tornou o mais novo tricampeão da categoria. Franchitti disputava o troféu com o australiano Will Power, que abandonou a prova porque também se envolveu no acidente.

Campeão da categoria na temporada 2005 pela equipe Andretti Green, Dan Wheldon estreou na Indy em 2002 e já teve passagens pela Bryan Herta e Sam Schmidt. Em 2005, ele faturou as 500 Milhas de Indianápolis, prova que também venceu neste ano.

Nesta temporada, o inglês disputava apenas sua terceira corrida. Ele era piloto convidado na etapa de Las Vegas e corria por um prêmio de US$ 5 milhões, caso vencesse a prova. Wheldon era cotado para substituir Danica Patrick em 2012, em seu retorno à Andretti. O piloto deixa esposa, Susie Behm, e dois filhos, Sebastian, de 2 anos, e Oliver, de apenas seis meses.

A Fórmula Indy não registrava uma morte desde março de 2006, quando o americano Paul Dana faleceu aos 30 anos, em acidente durante o aquecimento da etapa de abertura da temporada, em Homestead, na Florida.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias