tênis

Djokovic avança às oitavas do Aberto da Austrália

O melhor do mundo seu favoritismo em sets diretos ao ganhar por 3 sets a 0 (6/4, 6/3 e 7/5) do checo Radek Stepanek

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 18/01/2013 às 20:15
Leitura:

Novak Djokovic não teve moleza como nas duas primeiras rodadas do Aberto da Austrália, nesta sexta-feira (18/1), diante do checo Radek Stepanek, mas confirmou o seu favoritismo em sets diretos ao ganhar por 3 sets a 0 (6/4, 6/3 e 7/5) e garantiu vaga nas oitavas de final. Líder do ranking mundial da AFP e em busca do seu terceiro título seguido do Grand Slam realizado em Melbourne, o sérvio agora acumula 17 triunfos consecutivos na competição.

Com a vitória, o tenista número um do mundo enfrentará na próxima fase da competição o suíço Stanislas Wawrinka.

Para se garantir nas oitavas de final, Djoko voltou a mostrar o seu jogo sólido no fundo de quadra e eficiência no saque, com o qual conquistou sete aces e ganhou 86% dos pontos que disputou quando encaixou o seu primeiro serviço. Para completar, ele converteu três de 11 break points e salvou as duas chances de quebra obtidas por Stepanek em todo confronto. O checo chegou a contabilizar 26 winners e 36 pontos quando subiu até a rede para pressionar o sérvio, mas acumulou 37 erros não-forçados, contra apenas 19 do seu adversário.

O espanhol David Ferrer também confirmou o seu favoritismo e se classificou para as oitavas na Austrália. Nesta sexta, o número cinco do mundo derrotou o cipriota Marcos Baghdatis, 35º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 0 (6/4, 6/2 e 6/3).

Em busca de uma vaga nas quartas de final, Ferrer vai enfrentar o japonês Kei Nishikori.

DUPLAS MISTAS - O brasileiro Bruno Soares estreou com vitória no torneio de duplas mistas do Aberto da Austrália, também na sexta, ao ajudar a espanhola Anabel Medina Garrigues a bater a parceria australiana formada por Bojana Bobusic e Chris Guccione por 2 sets a 1 (4/6, 7/6 e 10/3), de virada.

Com a vitória, Soares e Garrigues enfrentarão na próxima fase os ganhadores do duelo entre a dupla de norte-americanos Mike Bryan e Lisa Raymond e a parceria formada pela checa Kveta Peschke e o polonês Marcin Matkowski.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias