tênis

Brasil pegará Alemanha fora na repescagem da Davis

Este será o quinto confronto entre brasileiros e alemães na Davis, sendo que a nação europeia levou a melhor em três deles

Da Agência Estado
Da Agência Estado
Publicado em 10/04/2013 às 15:49
Leitura:

 

Possíveis duelos com espanhóis, austríacos, croatas, suíços ou belgas ocorreriam em solo nacional, mas o sorteio obrigará o Brasil a buscar na Alemanha o seu retorno ao Grupo Mundial da Davis. Em sua volta à elite da competição, em fevereiro, o País caiu por 3x2 diante dos Estados Unidos, no início de fevereiro fora de casa, e com isso voltou para a repescagem.

Por ter caído da 15ª para a 17ª posição do ranking da Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês), o time brasileiro não entrou como cabeça de chave no sorteio desta quarta (10/4), que definiu os outros sete confrontos que valerão lugares no Grupo Mundial. E apenas contra Alemanha e Austrália o Brasil teria de atuar fora de casa, enquanto o país que abrigaria um possível duelo com o Japão seria definido por meio de sorteio, pois brasileiros e japoneses nunca se enfrentaram na competição.

Este será o quinto confronto entre brasileiros e alemães na Davis, sendo que a nação europeia levou a melhor em três deles. No último, porém, o Brasil bateu os germânicos por 3x1, no Rio em piso de saibro, em 1992. Antes disso, os europeus aplicaram 5x0 sobre os brasileiros, em 1988, em Essen (ALE); ganharam por 3x2, em 1981, em São Paulo; e repetiram este mesmo placar na série de melhor de cinco jogos entre os dois países em 1952, em Dusseldorf. O outro triunfo brasileiro sobre os alemães ocorreu em 1959, em Berlim, onde o time local perdeu por 4x0.

OUTROS DUELOS - O sorteio desta quarta (10) também garantiu à Espanha a vantagem de atuar em casa, diante da Ucrânia, como franca favorita a retornar à elite da Davis, da onde saiu ao ser derrotada pelo Canadá, em fevereiro, em Vancouver.

Outra cabeça de chave do sorteio, a Suíça de Roger Federer também defenderá amplo favoritismo diante do Equador, em casa. Os equatorianos, por sinal, representarão a nação sul-americana que deu mais azar na definição dos confrontos nesta quarta, até pelo fato de que um novo sorteio determinou a Suíça como palco do duelo, tendo em vista que os dois países nunca mediram forças na Davis - o regulamento da competição prevê a alternância de mandos de confrontos já ocorridos anteriormente.

A Colômbia, por sua vez, não pode reclamar do fato de que terá o Japão como rival na repescagem da Davis. Mas o sorteio do mando deste confronto, também inédito na competição, definiu que os colombianos precisarão jogar em solo japonês.

Outra nação que terá de jogar fora de casa nesta repescagem será a Grã-Bretanha, de Andy Murray, que medirá forças com a Croácia. O mesmo vale para a Austrália, que precisará atuar na Polônia em sua luta para voltar à elite da Davis.

Já a Bélgica terá a vantagem de atuar em casa diante de Israel, enquanto a Áustria, outra cabeça de chave do sorteio, irá pegar a Holanda em solo holandês.

Os duelos da repescagem para o Grupo Mundial da Davis de 2014 serão realizados entre os dias 13 e 15 de setembro. As cidades e os pisos dos confrontos ainda serão escolhidos pelos países mandantes. 

Confira os confrontos da repescagem para o Grupo Mundial da Davis*:

Espanha** x Ucrânia

Holanda x Áustria**

Croácia** x Grã-Bretanha

Suíça** x Equador

Alemanha** x Brasil

Polônia x Austrália**

Bélgica** x Israel

Japão** x Colômbia

 

(*) Os países listados à esquerda jogarão como mandantes

(**) Cabeças de chave do sorteio desta quarta

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias