natação

De volta ao Corinthians, Thiago Pereira fica com bronze

Atleta foi apenas o terceiro colocado nos 100m borboleta no Campeonato Brasileiro de Inverno

Agência Estado
Agência Estado
Publicado em 13/08/2013 às 19:43
Leitura:

Dispensado pelo Corinthians ao fim do seu contrato, em dezembro passado, Thiago Pereira viveu a experiência de voltar à piscina do Parque São Jorge nesta terça-feira, para o segundo dia de provas do Troféu José Finkel, o Campeonato Brasileiro de Inverno. Sem a mesma forma de Barcelona, no qual conquistou duas medalhas de bronze, foi apenas o terceiro colocado nos 100m borboleta, prova em que ele foi até a semifinal no Mundial.

Agora nadando pelo Sesi, Thiago Pereira viu Marcos Antônio Macedo, do Minas Tênis Clube, ficar com a vitória, com o tempo de 52s92. A prata foi para Henrique Rodrigues, do Pinheiros, que também participou do Mundial.

Outro que não repetiu o desempenho de Barcelona foi Felipe Lima. Nos 200m peito, prova que não é sua especialidade, conquistou a prata, com 2min14s07. O ouro foi para Matheus Louro Neto, do Corinthians, com 2min13s93. Henrique Barbosa, do Fluminense, completou o pódio.

Entre as mulheres, a argentina Julia Sebastian, uma das poucas atletas estrangeiras no José Finkel, bateu o recorde do campeonato nos 200m peito, com 2min28s99, ajudando a Unisanta na classificação geral. A prata foi para Pamela Alencar (Corinthians) e o bronze para Manuela Muccio (Minas).

Semifinalista dos 100m borboleta em Barcelona, Daynara de Paula garantiu o título da prova para o Sesi em São Paulo, com o tempo de 1min00s22. Daniele Paoli (Pinheiros) e Dandara Mendes (Minas) também foram ao pódio.

Para fechar o dia, o Minas, que lidera o Maria Lenk entre os clubes, fez pódio completo nos 1.500m. Vitória de Lucas Kanieski prata para o argentino Juan Pereyra, que treina em Belo Horizonte, e bronze para Marcos Ferrari. Luiz Rogério Arapiraca, que defendeu o Brasil nas maratonas aquáticas em Barcelona, terminou em quarto pela Unisanta. Diogo Villarinho foi o sétimo e Samuel de Bona o 11º. Allan do Carmo não nada o Finkel.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias