moscou

Keila Costa não se classifica à final do salto triplo

Pernambucana ficou apenas na 13ª colocação

Da Agência Estado
Da Agência Estado
Publicado em 13/08/2013 às 9:05
Foto: Guga Matos/JC Imagem
Pernambucana ficou apenas na 13ª colocação - FOTO: Foto: Guga Matos/JC Imagem
Leitura:

Única representante do Brasil em ação no início do quarto dia de disputas do Mundial de Atletismo em Moscou, Keila Costa não conseguiu a classificação para a final do salto triplo. A pernambucana, que bateu o recorde brasileiro em junho com a marca de 14,58 metros, não passou dos 13,82 metros no Estádio Luzhniki e terminou na 13ª colocação. 

Foram apenas seis centímetros e uma posição que a separaram da última classificada, a eslovaca Dana Veldakova, que ficou em 12º lugar. A ucraniana Olga Saladuha foi a melhor atletas das eliminatórias, com 14,69 metros. A final será disputada nesta quinta-feira, às 12h40 (horário de Brasília). 

Também nesta terça-feira, a Rússia garantiu sua segunda medalha de ouro na marcha atlética, desta vez na prova dos 20 quilômetros para mulheres. A jovem campeã olímpica Elena Lashmanova, que completou 21 anos em 2013, faturou o título em casa, com a marca de 1h27min08. No pódio, foi seguida pela compatriota Anisya Kirdyapkina, que chegou somente três segundos depois. A chinesa Hong Liu foi bronze, com 1h28min10.

Nas eliminatórias dos 5 mil metros, Mo Farah não teve problemas para continuar na busca pelo segundo título e conquistar em Moscou a dobradinha que conseguiu na Olimpíada de Londres - ele já venceu os 10 mil metros. O fundista britânico passou para a final com o oitavo tempo (13min23s93), enquanto o etíope Muktar Edris conseguiu a melhor marca (13min20s82). A briga por medalhas será na sexta-feira, às 13h45.

Sensação deste início de temporada e candidato a bater um recorde mundial que já dura 20 anos, o ucraniano Bohdan Bondarenko está classificado para a final do salto em altura. Pela primeira vez na carreira, ele é o favorito para o ouro - ele nunca conseguiu grandes resultados até agora. A final é na quinta, com início ao meio-dia.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias