Vôlei

Brasil vence a Finlândia e garante classificação à 2ª fase do Mundial

Time comandado por Bernardinho fechou a partida em 3 sets a 0. Neste sábado (6), encara a Coreia do Sul

Alexandre Arditti
Alexandre Arditti
Publicado em 05/09/2014 às 20:11
Leitura:

A partida contra a Finlândia já estava sendo esperada como a mais difícil para o Brasil na fase de grupos do Mundial. A vitória por 3 sets a 0, nesta sexta-feira (5), pode dar a ilusão de que o jogo foi fácil para a seleção brasileira masculina do vôlei, mas as parciais de 27/25, 25/21 e 26/24 deixam claro o quão disputado foi esse terceiro jogo, no Spodek Arena, na Polônia.

Depois de duas vitórias fáceis em cima da Alemanha e Tunísia, o Brasil finalmente foi exigido por um adversário e mostrou que tem potencial para ir longe no torneio, mas precisa corrigir alguns erros. De acordo com a FIVB, o time de Bernardinho já está garantido na próxima fase do torneio, pois não perdeu nenhum set. Restam ainda os jogos contra a Coreia do Sul, neste sábado (6), às 15h15 (de Brasília), e Cuba, no domingo, para definir em qual posição o time irá se classificar. “Em momento nenhum achamos que teríamos um jogo fácil. Foi um 3 a 0 mas o placar é ilusório. As parciais foram lá em cima”, disse Wallace.

O primeiro set foi disputado ponto a ponto do início ao fim. O Brasil forçava demais. Foram nove erros brasileiros (sendo seis de saque) que resultaram diretamente em pontos para os finlandeses. O bloqueio do time de Bernardinho não funcionava como nas outras duas partidas. Os dois primeiros pontos desse fundamento, no entanto, apareceram na hora certa. O primeiro foi com Sidão (26/25). Em seguida, Rapha subiu mais alto que os finlandeses para fechar o set (27/25).

O segundo set começou disputado e o bloqueio do Brasil voltou a não funcionar. Em determinados momentos, o Brasil conseguia abrir dois pontos de vantagem, mas a Finlândia logo empatava o jogo. Na reta final, Wallace apareceu bem e Lucarelli acertou uma bela sequência de saques abrindo 24/20. Com um ataque cheio de categoria, Lucão fechou a parcial: 25/21. 

O terceiro set foi uma repetição dos dois primeiros. As seleções conseguiam manter o placar equilibrado e muitos dos pontos aconteciam por erros dos adversários. Lucarelli de ace fez 25/24 e, em seguida, veio do fundo da quadra, saltou mais alto que todo mundo e fechou o jogo com uma cortada extremamente forte (26/24). 

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias