Vitória

Teliana e Bia Maia estreiam com vitória nas duplas do Rio Open; Marcelo Melo eliminado

Teliana e Bia venceram as favoritas em dois sets, duplo 7-6, e avançaram às quartas de final do torneio

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 18/02/2015 às 18:15
Foto: Rio Open/ Fotojump
Teliana e Bia venceram as favoritas em dois sets, duplo 7-6, e avançaram às quartas de final do torneio - FOTO: Foto: Rio Open/ Fotojump
Leitura:

A parceria entre as duas melhores tenistas do Brasil, Teliana Pereira e Beatriz Haddad Maia, estreou com sucesso no torneio de duplas do Rio Open, com vitória sobre a taiwanesa Chin-Wei Chan e a romena Raluca Olaru, segundas cabeças de chave da competição, nesta quarta-feira.

Teliana e Bia venceram as favoritas em dois sets, duplo 7-6, e avançaram às quartas de final do torneio, nas quais enfrentarão a romena Ana Bogdan e a americana Nicole Melichar.

A vitória é a segunda de Bia Maia no Rio Open, já que a paulista também segue viva na competição de simples, depois de superar a argentina Maria Irigoyen na estreia, ao contrário de Teliana, eliminada pela italiana Sara Errani, 1ª cabeça de chave.

Na chave de duplas masculina, o Brasil acabou perdendo uma das maiores chances de títulos com a eliminação de Marcelo Melo, 3º cabeça de chave ao lado do austríaco Julian Knowle, com direito a 'pneu' no primeiro set, com parciais de 6-0 e 6-3.

Melo, que sofreu com dores nas costas durante toda a partida, pedindo inclusive atendimento médico em duas ocasiões, acabou sendo derrotado pela dupla formada pelo espanhol Pablo Andujar e o austríaco Oliver Marach.

Robredo eliminado

Apesar da eliminação de Melo, o Brasil segue com boas chances de conquistar o troféu nas duplas, já que Bruno Soares, 1º cabeça de chave ao lado do austríaco Alexander Peya, venceu na estreia e está nas quartas de final.

Na chave de simples masculina, o tenista espanhol Tommy Robredo, 3º cabeça de chave, não encontrou seu jogo e acabou eliminado pelo austríaco Andreas Haider-Maurer.

Robredo, de 32 anos e um dos favoritos ao título, ao lado dos compatriotas Rafael Nadal e David Ferrer, teve muita dificuldade para impôr seu ritmo de jogo diante do forte austríaco, que mostrou muita consistência do fundo da quadra e venceu em dois sets, 6-3, 6-2.

Nas quartas de final do Rio Open, Haider-Maurer enfrentará o vencedor do confronto entre o esloveno Blaz Rola e João Souza, o Feijão, grande esperança brasileira na chave masculina, após a eliminação de Thomaz Bellucci diante de Nadal, na terça-feira.

Feijão e Rola se enfrentam ainda nesta quarta-feira na quadra central, não antes das 19h.

Além de Robredo, outro veterano que se despediu do Rio Open foi o finlandês Jarkko Nieminen, de 33 anos.

Nieminen não foi páreo para o argentino Juan Monaco, que venceu em dois sets, 6-1, 7-6, e avançou às quartas de final da competição, nas quais enfrentará o vencedor do duelo entre o holandês Thiemo De Bekker e David Ferrer (N.2).

Fim da linha para Gabi Cé

Na chave feminina, a brasileira Gabriela Cé, que na segunda-feira venceu sua primeira partida num torneio WTA ao derrotar a francesa Pauline Parmentier na estreia, não conseguiu repetir o feito.

A gaúcha fez jogo duro com a sueca Johanna Larsson, 5ª cabeça de chave, mas acabou sendo superada pela adversária em dois sets, 7-6, 6-4.

"Acho que estive perto da vitória, mas acabei falhando nas horas mais importantes. O tênis é assim, você precisa jogar bem nos momentos decisivos, e eu não fiz isso hoje", analisou Gabi.

Em outras partidas da chave feminina, duas americanas deram adeus ao Rio Open. Bethanie Mattek-Sands foi derrotada com facilidade pela romena Irina-Camelia Begu, 2ª cabeça de chave (6-2, 6-4), enquanto Madison Brengle (N.4) foi surpreendida pela alemã Dinah Pfizenmaier (7-5, 0-6, 7-5).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias