F-1

Felipe Massa luta para quebrar tradição na temporada 2015

Desde 2006, piloto tem início modesto no Mundial e só melhora a partir da 12ª corrida

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 09/03/2015 às 19:07
Site da Williams/reprodução
Desde 2006, piloto tem início modesto no Mundial e só melhora a partir da 12ª corrida - FOTO: Site da Williams/reprodução
Leitura:

Os 12 dias de testes da pré-temporada da F-1 na Espanha bastaram para Felipe Massa ter a certeza de que um grande ano nas pistas pode estar começando para ele. Com o modelo FW37-Mercedes da Williams, o brasileiro esteve sempre entre os mais rápidos, utilizando todos os tipos de pneus Pirelli. Entretanto, a estreia na corrida de abertura do Mundial, marcada para a madrugada de domingo (2h de Brasília), em Melbourne, na Austrália, pode dizer muito sobre as impressões do piloto para a temporada. 

Se começar bem, o brasileiro pode dar um importante passo para quebrar uma espécie de tradição que ronda a sua carreira. Desde que estreou na Ferrari em 2006, Massa costuma produzir pouco nas 11 primeiras provas do ano, vindo a melhorar nas nove corridas finais.

Em 2008, inclusive, o brasileiro poderia ter sido campeão do mundo com a Ferrari se não fosse a oscilação de desempenho. Nas 11 primeiras corridas, ele somou três pontos a menos que o companheiro de equipe Kimi Raikkonen. Nas nove provas finais, no entanto, ficou 25 pontos à frente do finlandês. Por esse motivo, no GP Brasil daquele ano, que encerrou a temporada, o paulista fechou o Mundial com 97 pontos, apenas um a menos que o inglês Lewis Hamilton. O então piloto da McLaren foi quem conquistou o título mundial, o primeiro de sua carreira.

Leia mais na edição desta terça-feira (10) do Jornal do Commercio

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias