Rio-2016

Olimpíada: Handebol do Brasil aposta na união para vencer a Eslovênia

Handebol do Brasil joga segunda rodada nesta terça-feira (9)

Luana Ponsoni
Luana Ponsoni
Publicado em 08/08/2016 às 14:52
CBHb/Divulgação
Handebol do Brasil joga segunda rodada nesta terça-feira (9) - FOTO: CBHb/Divulgação
Leitura:

Conscientes de que precisam seguir em frente após derrotar a Polônia em sua estreia nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, os jogadores da seleção brasileira de handebol já estão fazendo a lição de casa para pegar outro gigante da modalidade. Nesta terça-feira (9), a equipe nacional encara a Eslovênia, às 16h40, na Arena do Futuro. 

No Mundial de 2015, Brasil e Eslovênia se enfrentaram na primeira fase e os europeus levaram a melhor. Depois de dar trabalho durante toda a partida, chegando a liderar o jogo por um bom tempo, o Brasil acabou superado por apenas dois gols. 

Desta vez, mais experientes, os donos da casa querem mudar a história. Sabem das qualidades da equipe adversária e pretendem fazer da união a grande força para garantir o segundo resultado positivo. O goleiro Maik, autor até mesmo de um gol no jogo do último domingo (7), lembra da qualidade dos oponentes, mas ressalta o comprometimento de todo o grupo. 

“Realmente sabemos que temos mais dificuldade em jogar com a Eslovênia, mas estamos concentrados e focados em lutar pela classificação. Tivemos uma reunião para nos mantermos unidos porque não ganhamos nada sozinhos. Juntos somos mais fortes. Queremos seguir evoluindo na competição e precisamos estar juntos”, destacou o atleta mais experiente da equipe. 

 Nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o Brasil está no Grupo B, ao lado ainda de Alemanha, Egito e Suécia.

Últimas notícias