UFC

Belfort e Gastelum abusam da simpatia e fazem encarada tranquila

Os dois fazem a luta principal do UFC em Fortaleza, no dia 11 de março

ALEXANDRE ARDITTI
ALEXANDRE ARDITTI
Publicado em 17/01/2017 às 12:36
Alexandre Arditti/Especial para o JC Imagem
Os dois fazem a luta principal do UFC em Fortaleza, no dia 11 de março - FOTO: Alexandre Arditti/Especial para o JC Imagem
Leitura:

FORTALEZA - Os dois protagonistas da luta principal do primeiro UFC do ano no Brasil estiveram frente a frente, na manhã desta terça-feira (17), em Fortaleza. Abusando da simpatia, o brasileiro Vitor Belfort e o norte-americano Kelvin Gastelum fizeram uma encarada respeitosa, como pede mesmo um combate que coloca um dos lutadores mais experientes em atividade na franquia contra um quase novato. Eles se enfrentam pelos pesos médios (até 84kg). O evento na capital cearense está marcado para o dia 11 de março.

Prestes a completar 40 anos, sendo os últimos 20 dedicados ao UFC, Vitor Belfort reconhece que chega para o evento em Fortaleza não só para apagar as derrotas de 2016 (para o compatriota Ronaldo Jacaré e para o armênio Gegard Mousasi, ambas por nocaute) como também para provar que ainda “tem lenha para queimar” nos octógonos.

“Desde sempre que tentam me aposentar, mas eu ainda tenho muita vontade de entrar no octógono. Minha estratégia vai ser uma só: bater nele o tempo inteiro”, afirmou Belfort, duas vezes detentor do cinturão do UFC – a primeira em 1997, enquanto a outra em 2004. Faixa preta de judô e jiu-jítsu, o brasileiro é dono também de um boxe afiado.

Gastelum é um dos grandes nomes da nova safra de lutadores do UFC. Aos 25 anos, tem no currículo oito vitórias em dez lutas na franquia, além do título do TUF 17 (o reality show da franquia). Além do vigor físico, o norte-americano é conhecido nos octógonos pelo bom desempenho na trocação em pé. Mas foi por sua simpatia que mais surpreendeu em Fortaleza.

Falando bem o português, o norte-americano cantou músicas sertanejas e forró. Se disse, inclusive, fã do cantor cearense Wesley Safadão. “Sou fã do Safadão. Faço o convite para ele vir aqui me ver lutar no dia 11”, disse Gastelum. “Acho que essa minha simpatia vai fazer com que muitos brasileiros torçam por mim contra Belfort”, completou.

Além da luta principal entre Belfort e Gastelum, o UFC em Fortaleza já tem outros dois combates confirmados: o carioca Edson Barbosa encara o iriniano Beneil Dariush entre os pesos leves (até 71kg), enquanto o paranaense Maurício Shogun terá pela frente o norte-americano Gian Villante entre os meio-pesados (até 93kg).

INGRESSOS

Os ingressos para o UFC em Fortaleza começam a ser vendidos nesta quarta-feira pelo site www.tudus.com.br. Os valores variam de R$ 75 a R$ 850.

Cadeira Superior - R$ 150 (inteira) / R$ 75 (meia)

Cadeira (B) - R$ 220 (inteira) / R$ 110 (meia)

Cadeira (A) - R$ 320 (inteira) / R$ 160 (meia)

Cadeira Especial - R$ 450 (inteira) / R$ 225 (meia)

Cadeira Premium - R$ 600 (inteira) / R$ 300 (meia)

Octógono Premium - R4 850 (inteira) / R4 425 (meia

Últimas notícias