LIGA DE BASQUETE FEMININO

Uninassau Basquete perde outra vez e vê título da LBF mais longe

Pernambucanas perder por 80x68 e viram o Corinthians/Americana fazerem 2x1 na final

Matheus Cunha
Matheus Cunha
Publicado em 28/04/2017 às 23:49
Divulgação
Pernambucanas perder por 80x68 e viram o Corinthians/Americana fazerem 2x1 na final - FOTO: Divulgação
Leitura:

A Uninassau Basquete se complicou de vez na final da Liga de Basquete Feminino (LBF). Nesta sexta-feira (28/04), jogando no Sesc Santo Amaro, contra o Corinthians/Americana, equipe pernambucana perdeu o terceiro jogo da melhor de cinco por 80x68 e viu as paulistas fazerem 2x1 na decisão. Agora, precisará vencer o quarto jogo no domingo, às 12h, também no Sesc Santo Amaro, para poder forçar o quinto jogo, que será disputado em Americana.

O JOGO

Diferente das outras duas partidas, o Uninassau Basquete não se encontrou em quadra nos dois primeiros períodos. A defesa dava espaço para as paulistas, que abusaram das jogadas no garrafão e de chutes de três pontos. Gil, pivô do time pernambucano e um dos pilares da equipe, não se encontrou em quadra e marcou apenas três pontos em dez que tentou (30% de aproveitamento).

Assim como no jogo dois, disputado em Americana, o Corinthians/Americana abriu larga vantagem no placar no segundo quarto. Com bolas de três de Joice, Damiris (cestinha com 29 pontos) e Êga, as paulistas chegaram a fazer 17x2 no período. Até os seis minutos e meio, a Uninassau Basquete tinha marcado apenas dois pontos. Muito da fraca pontuação das recifenses se deu por conta das precipitações no ataque, com bolas chutadas de maneira errada. No fim, as meninas pernambucanas começaram a buscar a reação, marcando 12 pontos nos últimos três minutos e meio. O primeiro tempo acabou em 39x27 em favor de Americana.

Empurrada pela torcida, a Uninassau Basquete finalmente acordou em quadra na segunda metade. Lideradas por Gil, até então apagada no jogo, tiraram uma vantagem que chegou a ser de 24 pontos e terminaram o terceiro quarto empatadas em 56x56.

A cada ponto marcado, a grandalhona comemorava mais que ninguém. Ela, que atuou no time rival no ano passado, passou três meses fora nessa atual temporada devido a um grave problema físico e voltou apenas na semifinal, contra o Santo André.
Mas, mesmo com todo o ímpeto pernambucano, as paulistas voltaram a crescer no jogo. Lideradas por Damiris, o time alvinegro fez 24x12 no último quarto e acabou vencendo o jogo.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias