Arrependimento

Blatter lamenta ter ficado tanto tempo à frente da Fifa

O ex-presidente da organização afirmou em entrevista que "Devia ter parado antes"

AFP
AFP
Publicado em 02/07/2017 às 11:36
Foto: Fabrice Coffrini / AFP
O ex-presidente da organização afirmou em entrevista que "Devia ter parado antes" - FOTO: Foto: Fabrice Coffrini / AFP
Leitura:

O ex-presidente da Fifa Joseph Blatter disse que se arrepende de ter permanecido tanto tempo à frente do futebol mundial, o qual dirigiu entre 1998 e 2015 - revela entrevista publicada no jornal suíço "Sonnds_matia_palvrBlick" neste domingo (2).

"Devia ter parado antes", declarou Blatter, de 81 anos, que deixou o cargo em 2015 logo após ser eleito para um quinto mandato na Presidência da Fifa. Essa decisão foi, para ele, "um alívio".

O ex-homem forte da Fifa contou que um jornalista de uma revista suíça lhe disse que a Presidência da Fifa tem uma duração limitada. "Eu respondi que, às vezes, está escrito que o produto pode ser consumido além da data de validade, se estiver conservado em um lugar fresco", relatou Blatter.

Foi evasivo ao ser perguntado sobre as informações da revista alemã "Der Spiegel", de que o atual presidente da Fifa, Gianni Infantino, poderia ser expulso do cargo.

"Não sei. Sei apenas que antigos companheiros da Fifa recorreram, por esse motivo, à Comissão de Ética e que, três ou quatro semanas depois, foram demitidos da Fifa".

Blatter criticou o sistema de videoarbitragem (VAR). "O jogo perde atração (...). Tem que deixar que os árbitros cometam erros. O que a Fifa faz é delicado e perigoso", concluiu.

Últimas notícias