tênis

Federer fica a 155 pontos de Nadal e observa topo mais próximo

Federer venceu seu 20º título de Grand Slam, o sexto do Aberto da Austrália. Ele pode assumir a liderança em fevereiro, após nova atualização

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 29/01/2018 às 14:17
Reprodução/Twitter
Federer venceu seu 20º título de Grand Slam, o sexto do Aberto da Austrália. Ele pode assumir a liderança em fevereiro, após nova atualização - FOTO: Reprodução/Twitter
Leitura:

Um dia depois conquistar o 20º título de um Grand Slam e se sagrar campeão do Aberto da Austrália pela sexta vez, o suíço Roger Federer figurou nesta segunda-feira na vice-liderança do ranking da ATP com apenas 155 pontos de desvantagem em relação a Rafael Nadal, que sustentou a primeira posição.

Vice-campeão em Melbourne no ano passado, quando caiu justamente diante de Federer, o espanhol abandonou o duelo que travava com o croata Marin Cilic nas quartas de final do torneio australiano por motivo de lesão, e teve descontados os pontos que não somou por não avançar sequer à semifinal em 2018.

EM FEVEREIRO

Assim, corre o risco de perder a liderança para Federer já em fevereiro, mesmo com o fato de o recordista de títulos de Grand Slam não estar inscrito em nenhum torneio até março, quando disputará o Masters 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos.

No próximo mês, Nadal tem participação prevista no ATP 500 de Acapulco, marcado para começar no dia 26 e onde lutará para ao menos defender os 300 pontos que conquistou pelo vice-campeonato do evento mexicano no ano passado. Como o espanhol ainda está em uma situação física incerta e precisará ficar afastado para se recuperar de lesão antes de retornar às quadras justamente no México, não será uma grande surpresa se o atual número 1 do mundo for eliminado até as semifinais.

Confira o TOP 10 da ATP

1) Rafael Nadal (ESP), 9.760 pontos

2) Roger Federer (SUI), 9.605

3) Marin Cilic (CRO), 4.960

4) Grigor Dimitrov (BUL), 4.630

5) Alexander Zverev (ALE), 4.610

6) Dominic Thiem (AUT), 4.060

7) David Goffin (BEL), 3.460

8) Jack Sock (EUA), 2.880

9) Juan Martín del Potro (ARG), 2.815

10) Pablo Carreño Busta (ESP), 2.705

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias