Liga das Nações

Pernambucana Jaqueline Carvalho está de volta à seleção brasileira

Bicampeã olímpica vai atuar de líbero na equipe de Zé Roberto

Luana Ponsoni
Luana Ponsoni
Publicado em 17/04/2018 às 19:35
CBV/Divulgação
Bicampeã olímpica vai atuar de líbero na equipe de Zé Roberto - FOTO: CBV/Divulgação
Leitura:

A saudade da torcida brasileira em ver a pernambucana Jaqueline Carvalho, de 34 anos,  defendendo a seleção nacional de vôlei está prestes a chegar ao fim. Nesta terça-feira (17), a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) anunciou a convocação da atleta pelo técnico José Roberto Guimarães. Jaque vai se unir às 10 jogadoras já chamadas no último dia 13 para as disputas da Liga das Nações, nova nomenclatura do Grand Prix.

Como se não bastasse a surpresa pela nova oportunidade dada à bicampeã olímpica - Jaqueline não atua pela seleção desde os Jogos do Rio-2016 -, outro fato que chamou a atenção foi a posição para qual a pernambucana foi convocada. Pela primeira vez na carreira e nos 17 anos de equipe brasileira, ela vai jogar de líbero.

Como de costume, antes de anunciar a convocação, Zé Roberto conversou bastante com a jogadora. Apesar de um pouco assustada com o novo desafio, a pernambucana aceitou. Ela, inclusive, chegou a declarar em entrevistas recentes que sabia que teria de se testar na posição se quisessem prolongar a sua história na seleção brasileira. Das titulares que estiveram em quadra na Olimpíada do Rio de Janeiro, ela e a central Tahisa são as únicas remanescentes.

“Eu ainda estou um pouco nervosa, né? É lógico que eu sei da minha importância no volume de jogo, no fundo de quadra, mas é um novo desafio”, comentou Jaqueline, em entrevista ao SporTV.

Apesar de também se destacar pelo ataque eficiente, a pernambucana sempre teve como grande diferencial técnico a enorme qualidade de seus passes e defesas. E precisará manter esses fundamentos ainda mais afiados se quiser chamar definitivamente a atenção do treinador. A Liga das Nações será a grande preparação do Brasil para a principal meta da temporada. Entre 29 de setembro e 20 de outubro, a seleção vai buscar do inédito título no Campeonato Mundial de Vôlei.

CONCORRÊNCIA

Durante as partidas da Liga das Nações, Jaqueline terá como “rival” de posição a paulista Leia. Ela acabou desbancando Camila Brait na corrida pelos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Em 2017, porém, pediu desconvocação por razões pessoais e só voltou a ser chamada por Zé Roberto no último dia 13. O Brasil disputa a primeira fase do torneio entre 15 e 17 de maio, em Barueri (SP).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias