Turim

Apático, Brasil perde final do Mundial de vôlei para a Polônia

Dificuldades de virar bolas e de acertar o bloqueio comprometeram time masculino brasileiro

JC Online
JC Online
Publicado em 30/09/2018 às 17:37
Fivb/Divulgação
Dificuldades de virar bolas e de acertar o bloqueio comprometeram time masculino brasileiro - FOTO: Fivb/Divulgação
Leitura:

A Polônia segue sendo o grande "calo" da seleção brasileira masculina de vôlei no Mundial da modalidade. Neste domingo (30), o time do País voltou a perder a decisão do torneio para os poloneses, assim como aconteceu em 2014. Em Turim, na Itália, os comandados de Renan Dal Zotto foram atropelados por 3 sets a 0) (28/26, 25/20 e 25/23). Com a conquista, os europeus igualaram o número de títulos do Brasil, com três troféus no evento. Além de 2014 e 2018, a Polônia também foi campeã em 1974.

No primeiro set, assim como nos demais, o grande problema do Brasil foram a fragilidade do bloqueio e a dificuldade de os ponteiros virarem bolas. O País até esboçou uma reação na reta final da parcial, mas dois erros seguidos de saque - de Bruninho e Lipe - atrapalharam as pretensões brasileiras de vitória.

As dificuldades seguiram na parcial seguinte. Lipe apresentou grande dificuldade para colocar as bolas no chão e o bloqueio brasileiro não se acertava. Os destaques do País foram o jovem ponteiro Douglas e o oposto Wallace. Ainda assim, o Brasil não foi capaz de reagir e perdeu novamente, desta vez, por 25/20.

No último set, ficou aparente quanto os brasileiros estavam abatidos. Renan Dal Zotto tirou o levantador e capitão Bruninho e colocou William na vaga, mas não adiantou. O Brasil seguiu sem poder de reação e perdeu a oportunidade de conquistar o quarto título da história. O terceiro set foi fechado em 25/23 pela Polônia

Mais cedo, os Estados Unidos superaram a Sérvia por 3 sets a 1 e ficaram com a medalha de bronze.

ATÉ 2022

A próxima edição do Campeonato Mundial de Vôlei só acontecerá em 2022. A Rússia é forte candidata a receber a edição subsequente do torneio.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias