CAPOEIRA

Prêmio Berimbau de Ouro para o Mestre Biriba, de Pernambuco

Mestre Cláudio José Nunes de Medeiros, da Associação de Capoeira Lua Branca, recebe em Salvador prêmio por sua contribuição

Marcelo Pereira
Marcelo Pereira
Publicado em 03/03/2020 às 0:00
Notícia
Associação de Capoeira Lua Branca
Cláudio José Nunes de Medeiros, Mestre Biriba, da Associação de Capoeira Lua Branca - FOTO: Associação de Capoeira Lua Branca
Leitura:

Em reconhecimento ao  trabalho e dedicação à capoeira de dos nossos mestres, o Prêmio Berimbau de Ouro  vai ser entregue em cerimônia que acontecerá no Centro de Cultura da Câmara dos Vereadores de Salvador, durante evento nesta quinta (5/3) e sexta-feiras (6/3).  O pernambucano Mestre Biriba, da Associação de Capoeira Lua Branca, é um dos agraciados desta edição, relativa ao ano 2019.

PREMIADOS

Além de Cláudio José Nunes de Medeiros, o Mestre Biriba, também foram agraciados Mestre Sabiá (Edson Cavalcante da Silva), na categoria capoeira inclusiva; Lucas Batatinha, designer gráfico dos blocos afros de Salvador, o contramestre Asa Delta (Leonardo Vieira), na categoria Nova geração regional de Bimba; o tangaraense Mestrando Paraná (Alexandre Paulo Gomes); Mestre Leto (Washington Santana dos Santos), criador do evento Tradição Camará Camará; o raggaman e poeta Val Caetano (Jorgenval M de Jesus Caetano); e o projeto musical Eu Também Canto a Bahia, de Dainho Xequerê, entre outros.

O Berimbau de Ouro foi idealizado pelo Mestre Máximo Brito, historiador e designer gráfico e existe desde 2008, mas a primeira premiação foi realizada somente no ano de 2013. Herança nos negros africanos que vieram escravizados ao Brasil no período da Colônia Portuguesa, a capoeira é desde 2014 reconhecida como Patrimômio Imaterial pela Unesco e em 2018 foi reconhecida também por Pernambuco.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias