Copa do Brasil

Santa dá passo importante para se classificar

Tricolor venceu Penarol por 2x1 em Manaus, na estreia da competição

Rafael Carvalheira
Rafael Carvalheira
Publicado em 07/03/2012 às 23:52
Leitura:

 

A expectativa do Santa Cruz era de “matar” o Penarol-AM na partida de ida pela estreia de ambas as equipes pela Copa do Brasil, na noite desta quarta (8), no Estádio do Sesi, em Manaus. No entanto, os tricolores não conseguiram vencer por dois ou mais gols de diferença, ficando apenas no 2x1 contra os adversários, e terão de passar pelo jogo de volta, na próxima quarta-feira (dia 14), no Arruda.

Agora, os corais atuam em casa pelo empate. Também podem ser derrotados pelo placar de 1x0 que se classificam (o gol marcado fora de casa serve como desempate). Novo placar de 2x1, só que para o lado amazonense, leva a decisão aos pênaltis. Em caso de vitória por um gol de diferença por placar acima do 2x1, os alviazulinos do Norte passam.

Uma vitória por dois ou mais gols de diferença daria a semana seguinte de trabalhos para o time se concentrar no Campeonato Pernambucano. Pelo Estadual, o Santa encara o líder Salgueiro, domingo, no Arruda.

A PARTIDA
O treinador Zé Teodoro não contou com o atacante Carlinhos Bala, o volante Leo e o lateral-direito Eduardo Arroz, todos lesionados. Por outro lado, contou com o retorno do meia Weslley. O técnico ainda especulou escalar Natan na meia, na vaga de Renatinho, mas tudo não passou de um despiste.

O Santa Cruz assustou primeiro. Logo aos 4 minutos de jogo, Dênis Marques recebeu um passe de Weslley e chutou. O goleiro Rascifran impediu o gol tricolor. Já os anfitriões pouco assustavam – na maioria das vezes, erravam o passe final.

Aos 15, os corais marcaram o primeiro gol. Geílson recebeu pelo lado esquerdo e chutou forte, sem defesa para Rascifran. Um dos melhores jogadores era Renatinho, que dava trabalho à defesa adversária com suas jogadas de velocidade.

Em busca do empate, o Penarol chegou com perigo em duas oportunidades. Aos 30, Fernando cruzou e Marinelson chutou forte. A bola desviou na defesa e foi para escanteio. Já, aos 37, Marinelson desceu pela pela esquerda, fintou a zaga e finalizou, para boa defesa de Tiago.

Os espaços criados pelos amazonenses incitavam o Santa Cruz ao ataque. Tanto, que em nova jogada de contra-ataque, Geílson marcou seu segundo gol. Em uma jogada parecida com a do primeiro tento, o atacante entrou pela esquerda e chutou sem chance para Rascifran.

No segundo tempo, o Santa foi quem começou melhor, com chutes de Dênis Marques, aos 9, e Renatinho, aos 10 minutos.

Com o tempo, o Penarol passou a crescer dentro de campo, principalmente no setor de meio de campo. Aos 13, após confusão no meio da área, Marinelson tocou por último na bola e venceu Tiago Cardoso.

A equipe amazonense ainda buscou o empate e chegou a colocar uma bola na trave coral, no final do confronto, mas o jogo ficou mesmo no 2x1, uma boa vantagem para a volta.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias