Arruda

Santa bom de ataque e mal de defesa

Tricolor tem melhor aproveitamento ofensivo e pior defensivo no grupo A da Série C

Elias Roma Neto
Elias Roma Neto
Publicado em 27/07/2012 às 16:20
Leitura:

O Santa Cruz vive momentos distintos nos dois princípios básicos do futebol. Se por um lado tem o melhor ataque do grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro, com 8 gols marcados, tem a pior defesa da mesma chave, ao lado do lanterna Treze, com 7 gols sofridos. O foco dos tricolores, portanto, é corrigir as falhas apresentadas na “parte de trás” do time durante o duelo do domingo (29/7) contra o Cuiabá, no Mato Grosso. A equipe coral está na 6ª colocação, com 6 pontos.

“Temos consciência que precisamos mudar e melhorar. Treinamos várias opções durante a semana para que possamos rever os erros. Não podemos vacilar. A Série C se torna um tiro curto. Vamos trabalhar para conseguir a vitória”, declarou o volante Memo.

O time que participou de treino tático na manhã desta sexta (27), no Arruda, antes da viagem, teve a primeira opção, com Fred; Maisena, William Alves, Édson Borges e Renatinho; Chicão, Memo, Sandro Manoel e Weslley; Paulista e Fabrício Ceará.

A ausência do atacante Dênis Marques desde a movimentação de quinta-feira deixa dúvidas quanto a sua participação na partida. Ele está relacionado e viajou com o grupo. Caso não atue, Paulista terá a oportunidade de começar de frente.

Leia mais na edição de sábado (28/7) do Jornal do Commercio.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias