arruda

Santa é eliminado pelo Fortaleza nas semifinais do Nordestão

Tricolores perderam por 2x1 no Arruda e caíram nas quartas de final da competição

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 17/02/2013 às 17:53
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Tricolores perderam por 2x1 no Arruda e caíram nas quartas de final da competição - FOTO: Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

O Santa Cruz frustrou a sua torcida e foi eliminado da Copa do Nordeste pelo Fortaleza ao ser derrotado por 2x1, de virada, este domingo (17), no Arruda. O tricolor pernambucano tinha todas as vantagens para avançar e ser semifinalista. Poderia empatar até por 2x2 que estaria classificado, pois no jogo de ida arrancou um 3x3, na capital cearense. Após abrir 1x0 no primeiro tempo, os corais não tiveram eficiência para segurar o Tricolor do Pici, que virou a partida e garantiu a classificação.

Sem contar com o lateral-esquerdo Tiago Costa, suspenso, e o meia Renatinho, lesionado na coxa direita, o técnico Marcelo Martelotte foi obrigado a fazer uma adaptação na equipe. Ele escalou Everton Sena para fazer a função de um terceiro zagueiro, enquanto o volante Sandro Manoel ocupou a lateral, variando com o próprio Sena. No meio de campo contou com Anderson Pedra, Luciano Sorriso e Natan. No ataque, a surpresa foi a reestreia do atacante Dênis Marques. Logo com quatro minutos, o artilheiro mostrou a sua capacidade. Ele arrancou do meio de campo em velocidade para marcar um golaço por cobertura na saída do goleiro João Carlos.

O gol era tudo o que o Santa Cruz queria. Com a vantagem, o Santa decidiu jogar no erro do Fortaleza e usar o contra-ataque. No entanto, não deu resultado, embora Luciano Sorriso e Natan tenham procurado armar as jogadas. O fato é que no restante do primeiro tempo, o time pernambucano praticamente não criou outras oportunidades claras de gols. O Fortaleza, por sua vez, chegava no ataque, mas sem força de finalização e ficou em alguns arremates, que o goleiro Tiago Cardoso defendeu com facilidade.

No segundo tempo, o Fortaleza voltou com uma mudança que mudou o jogo. O técnico Vica colocou o meia João Henrique no lugar do volante Everton. O time ficou mais ofensivo e as chances foram aparecendo. Como aos cinco minutos, quando Tiago Cardoso fez uma grande defesa em uma cabeçada do zagueiro Ronaldo Angelim. O Santa Cruz também fez as suas mudanças. Leo entrou na vaga de Sorriso, mas não deu um bom resultado.

O Fortaleza cresceu no jogo e chegou ao empate com um gol de cabeça de Júlio Madureira, aos 25 minutos, um minuto depois de entrar no lugar do volante Jackson Silva. Aos 30, Danilo Santos entrou no lugar de Dênis Marques. Aos 37, Danilo foi derrubado por Esley dentro da área. Pênalti. O próprio Danilo cobrou e João Carlos defendeu.

O pior veio em seguida. Após Júlio Madureira ter desperdiçado uma grande chance, aos 45, ele mesmo fez uma boa jogada e serviu a Assisinho, que aos 46 minutos, bateu no canto direito e decretou a vitória cearense por 2x1 e a classificação.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias