Arruda

Sandro Barbosa fortalecido no Santa Cruz

Técnico deu entrevista coletiva ao lado do alto comando do tricolor

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 13/08/2013 às 13:46
Foto: Michele Souza/JC Imagem
Técnico deu entrevista coletiva ao lado do alto comando do tricolor - FOTO: Foto: Michele Souza/JC Imagem
Leitura:

Na manhã desta terça-feira (13), o técnico Sandro Barbosa finalmente decidiu dar uma entrevista para explicar a sua decisão de não deixar o comando do time do Santa Cruz. No sábado (10), depois da goleada por 6x0 sobre o Treze, ele entregou o cargo. Após algumas reuniões com a diretoria decidiu permanecer. Na coletiva, esteve presente o alto comando tricolor e o presidente Antônio Luís Neto.

“Fiquei no clube por causa de um conjunto de fatores positivos da diretoria e da torcida que estão me dando muita força. Realmente estava chateado com críticas pessoais e não aceito esse tipo de situação. Só aceito a crítica quando é profissional e respeitosa. O nosso objetivo é tirar o Santa Cruz na Série C. É um luta grande para conseguirmos o acesso à Série B”, disse Sandro Barbosa.

Durante a entrevista, Sandro chegou a dar um exemplo sobre o tipo de postura de alguns setores da imprensa que não aceita. “Fui ver os melhores momentos da partida contra o Treze e ouvi o comentarista me chamando de covarde. Como pode isso? Eu estava com a minha esposa e meus familiares.”

O técnico, no entanto, sabe que a pressão não vai parar. No domingo (18), na cidade de Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, o time enfrenta o Luverdense, um adversário direto na briga pela classificação à próxima fase da Série C do Brasileiro. O Santa Cruz soma os mesmos 17 pontos do rival.

"Estou acostumado a pressão. O futebol é assim mesmo. Mas não aceito agressão. Por causa dessas situações não estava nem  conseguindo sair de casa", comentou o treinador.

PRESIDENTE - O presidente do Santa Cruz, Antônio Luiz Neto, jogou a culpa do momento de instabilidade do clube em cima do que chamou de meia dúzia de jornalistas e torcedores. Ouça abaixo a entrevista do cartola.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias