Série B

Jogadores do Santa Cruz ainda acreditam no acesso à Série A

Tricolor não joga a toalha, embora tenha de vencer nove dos 11 jogos que restam para voltar à elite nacional

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 10/10/2014 às 7:00
Alexandre Godim/JC Imagem
Tricolor não joga a toalha, embora tenha de vencer nove dos 11 jogos que restam para voltar à elite nacional - FOTO: Alexandre Godim/JC Imagem
Leitura:

O técnico Oliveira Canindé e os jogadores do Santa Cruz não jogaram a toalha. Nos discursos, eles dizem ainda acreditar que o time pode chegar ao G-4 e conquistar o acesso à Série A nacional. Mas a missão é quase impossível, afinal, o time precisa vencer nove dos 11 jogos que lhe restam, contando a partida atrasada diante do Bragantino, pela 16ª rodada, marcada para a próxima terça-feira (14), no Arruda. São 33 pontos em disputa – deles teria de ganhar 27, o que dá um aproveitamento de quase 82%. Só para se ter uma ideia a líder Ponte Preta tem 63% atualmente. No momento, o percentual tricolor é de 46,9%.

Em nenhum momento da atual Série B, o time conseguiu encostar no G-4. A melhor colocação foi um oitavo lugar nas 10ª e 15ª rodadas. Na 10ª posição, com 38 pontos, dez atrás do Joinville, o quarto colocado, o Santa Cruz terá de vencer os seus jogos, mas também contar o tropeço dos demais concorrentes à sua frente. Casos do Náutico e Boa Esporte, ambos com 41 pontos, Sampaio Corrêa 42, e Ceará 47, além do G-4.

O goleiro Tiago Cardoso, como os demais companheiros, acredita no acesso: "Enquanto houver probabilidade, nós vamos brigar, independentemente das chances serem remotas ou não. Vamos procurar fazer a nossa parte."

Para reforçar a sua opinião, Tiago lembrou do bom jogo feito pelo time na vitória sobre o Boa Esporte, por 3x0, na sexta-feira passada na Arena Pernambuco, como também do empate por 1x1 com o Joinville, terça-feira, em Joinville. Neste sábado (11), será a líder Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, em Campinas.

"O nosso parâmetro para enfrentar a Ponte tem que ser o bom rendimento contra o Boa. Na partida com o Joinville tivemos chances de sair com a vitória, mas cedemos o empate (1x1). É dentro de campo que tudo se resolve. Não é porque a Ponte é líder que já venceu o jogo", disse Tiago Cardoso. "Uma vitória nos dará os três pontos e com um ponto obtido contra o Joinville poderemos voltar com quatro para dois jogos em casa", completou.

Além do Bragantino, o tricolor recebe o Vasco, sábado (18), na Arena Pernambuco. Os vascaínos ocupam a segunda colocação com 51 pontos.


O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias