Treino

Santa Cruz treina no CT alvirrubro

Como o gramado do Arruda está sendo poupado, elenco trabalhou na Guabiraba

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 13/10/2014 às 17:56
Luana Ponsoni/Especial para o JC Imagem
Como o gramado do Arruda está sendo poupado, elenco trabalhou na Guabiraba - FOTO: Luana Ponsoni/Especial para o JC Imagem
Leitura:

A tarde desta segunda-feira (13) foi, no mínimo, atípica para o Santa Cruz. Como o gramado do Arruda está sendo poupado, o elenco coral teve de se deslocar até o Centro de Treinamento Wilson Campos, do Náutico, localizado na Guabiraba, para realizar o último treino antes da partida desta terça-feira (14), contra o Bragantino, no estádio da Cobra Coral. O jogo ainda é válido pela 16ª rodada da Segundona, já que foi desmarcado em função da morte do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, no dia 13 de agosto.

Enquanto os reservas trabalharam diversos fundamentos, com ênfase nas finalizações, os titulares que jogaram durante os 90 minutos no empate por 1x1 com a Ponte Preta, no último sábado (11), no Estádio Moisés Lucarelli, em São Paulo, deram apenas voltas ao redor do campo. "Ah, é tranquilo treinar aqui, não vejo problema. Amanhã (nesta terça-feira, 14), sim, voltaremos a atuar dentro da nossa casa depois de dois jogos seguidos fora e espero que possamos fazer uma grande partida contra o Bragantino", minimizou o zagueiro Renan Fonseca.

Apesar de se mostrar bastante grato à hospitalidade do Náutico, o técnico Oliveira Canindé admitiu não se sentir à vontade em estar trabalhando dentro da casa do rival. "Agradeço de coração o gesto do Náutico, mas não gosto muito de estar na casa de um rival. Nas duas partidas que fizemos no Sul e Sudeste, vieram me oferecer os campos auxiliares do Joinville e da Ponte Preta e eu não quis de jeito nenhum. Pedi que me arrumassem qualquer campo, menos os dos nossos adversários. É claro que a situação aqui é diferente. Fico feliz com a atitude do Náutico, mas, em novembro, tem o Clássico das Emoções e garanto que já teremos esquecido isso", brincou o comandante coral.

Depois que as movimentações foram encerradas, alguns jogadores do Santa aproveitaram ainda para cumprimentar os reservas do clube alvirrubro, que permaneceram no CT enquanto os titulares realizaram trabalhos físicos em uma academia do Recife.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias