Santa Cruz

Milton Mendes: "O Sport foi melhor do que nós"

Técnico do Santa Cruz parabenizou a atuação do adversário e ressaltou que a equipe não terminaria o campeonato invicto

Diego Toscano
Diego Toscano
Publicado em 02/06/2016 às 0:26
André Nery/JC Imagem
Técnico do Santa Cruz parabenizou a atuação do adversário e ressaltou que a equipe não terminaria o campeonato invicto - André Nery/JC Imagem
Leitura:

Pela primeira vez desde que assumiu o Santa Cruz, o técnico Milton Mendes saiu de campo com uma derrota. Após 18 jogos de invencibilidade, os tricolores perderam para o Sport, ontem, no Arruda, pela quinta rodada da Série A. Mostrando muita tranquilidade, o comandante coral parabenizou a atuação do adversário, ressaltou que a equipe não terminaria o campeonato invicto e pediu foco para o próximo desafio no Brasileirão, contra o Atlético-PR, no sábado.

“Sem dúvida chegaria o dia que iríamos perder. Não somos imbatíveis e precisamos melhorar em alguns pontos”, afirmou o treinador, que colocou apenas um culpado pelo revés: ele próprio. “A responsabilidade dessa derrota é totalmente minha. Não sou eufórico nas vitórias e nem depressivo com as derrotas. Não gosto de perder, mas sei ver o mérito dos adversários. O que aconteceu em campo foi que a equipe do Sport foi melhor do que nós”, frisou.

As lamentações do comandante coral, porém, pararam por aí. Para o treinador, a derrota no clássico não tem valor especial. “Não se ganham ou se perdem seis pontos em um clássico. Os jogos são igualmente importantes. Não vejo uma diferença muito grande. Lógico que queríamos ver o nosso torcedor feliz, mas não conseguimos”, explicou Milton, que refutou qualquer ideia de que a equipe entrou subestimando o rival.

“Não existiu salto alto ou nada disso. Disse antes da partida que o Sport era uma equipe boa, bem treinada e que iríamos ter dificuldades. Respeitamos bastante o adversário. Faz parte do jogo perder”, disse. 

Usando jargões, o técnico afirmou que o revés não abalará as estruturas da equipe na continuação da Série A, e que o foco agora é no Atlético-PR, no próximo sábado, na Arena da Baixada.

“Perdemos apenas um jogo, mas estávamos há 18 sem derrotas e estamos na quinta colocação. Foi um jogo onde a equipe tentou de tudo, mas não foi bem. Assim como as vitórias, o bom da derrota é que ela também não é eterna. Hoje (ontem) não foi o nosso dia. No sábado, já temos um jogo importante contra o Atlético. É momento de tranquilidade e de corrigir os erros.”

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias