Série A

Santa Cruz visita Figueirense em confronto direto contra o Z-4

Vice-lanterna com 23 pontos, Tricolor do Arruda encara o 17º colocado da Série A

Diego Toscano e Karol Albuquerque
Diego Toscano e Karol Albuquerque
Publicado em 24/09/2016 às 19:12
Diego Toscano/JC Imagem
Vice-lanterna com 23 pontos, Tricolor do Arruda encara o 17º colocado da Série A - FOTO: Diego Toscano/JC Imagem
Leitura:

Encerrando uma maratona de quase 12 mil quilômetros, o Santa Cruz visita neste domingo (25) o Figueirense, a partir das 11h, pela 27ª rodada da Série A. Vindo de duas derrotas consecutivas longe do Recife, o Tricolor do Arruda quer encerrar a rotina entre campos e aeroportos com vitória. Até porque o embate no Orlando Scarpelli (SC) é fundamental para as pretensões das equipes no Campeonato Brasileiro: fugir da zona de rebaixamento. Os pernambucanos ocupam a vice-lanterna da competição nacional, com 23 pontos. Já o Figueira é o 17º, com 28.

No returno, o Santa Cruz ainda não venceu os rivais diretos na briga contra o rebaixamento. No segundo turno, o Tricolor do Arruda empatou com o Vitória (2x2) e perdeu para o Sport (5x3) e para o Cruzeiro (2x0). As três partidas foram longe do Arruda, assim como a deste domingo (25), contra o Figueirense, em Santa Catarina. O desempenho é diferente da primeira metade do campeonato, quando o tricolor pernambucano ganhou cinco dos sete jogos contra os times que, no atual momento, têm até dez pontos a mais que o clube coral.

Deixando de conseguir resultados positivos nos confrontos diretos, o Santa já está a seis pontos de sair do Z-4. Hoje, o Vitória é o 16º, com 29. “Nós temos que retomar nosso nível de atuação, que apareceu contra o Santos. Foi uma pena que o resultado não veio contra eles. É manter o nível de atuação que a gente vem tendo que vamos conseguir bons resultados para nos tirar desse lugar incomodo”, afirmou o zagueiro Danny Morais.

Além disso, nas últimas duas partidas longe de casa, o Tricolor do Arruda só acumulou derrotas. A primeira foi contra o Santos, no último domingo. A equipe empatava a partida até os 41 minutos do segundo tempo, quando o meia Vítor Bueno acertou um chutaço de fora da área e deu a vitória, por 3x2, para o time paulista.

Já na última quarta, na primeira partida oficial em viagem internacional do Santa Cruz, mais um revés. Dessa vez ante o Independiente Medellín, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. A derrota por 2x0 na Colômbia obrigará o Tricolor do Arruda a vencer por três gols de diferença no próxima quarta, no Arruda.

Voltando ao duelo contra o Figueirense, o técnico Doriva deverá ter três reforços para o confronto em Santa Catarina. Poupados contra o Independiente Medellín, o lateral Léo Moura, o meia João Paulo e o atacante Keno podem retornar a equipe nas vagas de Danilo Pires, Wellington Cézar e Arthur, respectivamente.

No ataque, mesmo com 14 partidas sem balançar as redes adversárias, o atacante Grafite tomou a vaga de Bruno Moraes, que tem quatro gols nos últimos cinco jogos.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias