série a

Santa Cruz é derrotado por 3x1 pelo Figueirense e afunda no Z-4

O Santa Cruz continua estacionado na vice-lanterna com 23 pontos. Com a vitória, o time alvinegro subiu duas posições e deixa a zona de rebaixamento

JC Online
JC Online
Publicado em 25/09/2016 às 12:54
Reprodução/Internet
O Santa Cruz continua estacionado na vice-lanterna com 23 pontos. Com a vitória, o time alvinegro subiu duas posições e deixa a zona de rebaixamento - FOTO: Reprodução/Internet
Leitura:

O Santa Cruz desperdiçou mais uma chance de sobrevida na Série A do Brasileiro. Neste domingo, no estádio Orlando Scarpelli, em partida válida pela 27ª,  o tricolor foi derrotado pelo Figueirense por 3x1  e passa a encarar situação delicada em direção ao rebaixamento. Por outro lado, com o triunfo, o time alvinegro subiu duas posições, soma 31 pontos e deixa o  Z-4.  Esse foi o segundo tropeço consecutivo da equipe pernambucana na competição e, com mais esse revés, continua estacionado na vice-lanterna com 23 pontos.

Na próxima rodada, os corais terão mais um duelo complicado diante do líder Palmeiras, no Arruda. A partida está marcada para a segunda-feira, dia 3 de outubro, às 20h. Antes disso, porém, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana, o Santa recebe o Medellín na próxima quarta-feira, também no Arruda, às 21h45. 

Neste domingo, o técnico Doriva promoveu duas alterações. Sacou o lateral-esquerdo Allan Vieira para a entrada do zagueiro Luan Peres, que atuou de forma improvisada. No ataque, Bruno Moraes retornou ao time no lugar de Grafite, que não encara boa fase e apresenta jejum de 13 jogos sem marcar gols. A maior novidade no Figueirense foi a estreia do técnico Marquinhos Santos. Ele deixou o Fortaleza para tentar livrar o time alvinegro do rebaixamento da Série A. Começou bem.  

O JOGO

O Figueirense mostrou suas intenções no primeiro lance. Aos 30 segundos, Ayrton recebeu  pela direita e aproveitou saída de Tiago Cardoso para abrir o placar. Do outro lado, a primeira chance do Santa Cruz só apareceu aos nove minutos. Pela esquerda, Keno cruzou na área e Derley não conseguiu dominar, chutando para fora. Dois minutos depois, Keno apareceu novamente pela direita, entrou na área e cruzou para Léo Moura. O lateral finalizou um chute fraco e o goleiro Gatito defendeu sem dificuldades.

O tricolor continou com maior posse de bola, mas não foi efetivo nos chutes a gol. Derley protagonizou alguns lances de perigo e, em todos, não teve bom aproveitamento. Quem não gostou nada da atuação do volante foi Doriva, que nem sequer esperou o primeiro tempo encerrar para substitui-lo por Mazinho, aos 30. 

Aos 34, O Figueirense emplacou contra-ataque pela direita com Rafael Moura, que cruzou na área do Santa. Ninguém do Figueira apareceu e Léo Moura tirou de qualquer jeito. Três minutos depois, o alvinegro ampliou o marcador com Lins. Sozinho em novo contra-ataque o atacante imprimiu velocidade, deu um chapéu em Tiago Cardoso e fez 2x0. 

A história do segundo tempo não foi diferente. O Santa Cruz cometeu mais erros de organização e observou o Figueirense ampliar os 14. Lins chutou, a bola desviou em Danny Morais e Tiago Cardoso não teve chance: 3x0.  Pelo Santa, Keno descontou com gol  aos 20. O Tricolor, porém, não conseguiu reverter o placar e amargou segunda derrota seguida na Série A.


O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias