Prioridade

'Buscamos 24h por dia esse camisa 9', diz técnico do Santa Cruz

Comandante Eutrópio quer jogador de referência na posição, como foi Grafite em 2016

Diego Toscano
Diego Toscano
Publicado em 24/01/2017 às 18:32
André Nery/JC Imagem
Comandante Eutrópio quer jogador de referência na posição, como foi Grafite em 2016 - FOTO: André Nery/JC Imagem
Leitura:

Ainda buscando reforçar o elenco, o Santa Cruz aposta todas as suas fichas na contratação de um atacante. Após a saída inesperada de Zé Carlos, que voltou para Alagoas por problemas familiares, o camisa 9 é a prioridade da diretoria da Cobra Coral para o início de 2017. Porém, mesmo com a busca incessante, o clube descarta dar prazos para o acerto com o reforço para o setor ofensivo.

"Hoje, estamos buscando 24h por dia esse camisa 9. É uma prioridade do Santa Cruz. Porém, não colocamos prazos porque cada negociação tem seu tempo. O novo atacante pode surgir daqui a um minuto ou em uma semana", explicou o técnico Vinícius Eutrópio.

Se o prazo não foi estipulado, o perfil, por outro lado, já está definido. "Procuramos um jogador que tenha referência técnica e bagagem para suportar a pressão de jogar pelo Santa Cruz. Parecido do que foi Grafite (entre 2015 e 2016) e o que seria Zé Carlos. Dentro da nossa realidade, traçamos o perfil de um atleta que seja representativo para o grupo", explicou o treinador.

CALMA COM A BASE

Com a chegada desse camisa 9, o Santa vai tirar a pressão da base no ataque. Nesta quarta (25), na estreia da equipe na Copa do Nordeste contra o Campinense, o centroavante da equipe será das categorias de base. Trata-se do garoto André Luís, de apenas 19 anos. "Com a entrada desse jogador, teremos mais tempo para trabalhar André e outros atletas da base", finalizou Eutrópio.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias