ANÁLISE

Santa Cruz precisa resolver extracampo para encontrar rumo na Série B

O resultado foi reflexo direto do que acontece fora das quatro linhas no tricolor

Thiago Wagner
Thiago Wagner
Publicado em 09/08/2017 às 10:01
Diego Nigro/JC Imagem
O resultado foi reflexo direto do que acontece fora das quatro linhas no tricolor - FOTO: Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

A quarta derrota do Santa Cruz na Série B do Campeonato Brasileiro, desta vez para o Criciúma em pleno Arruda, é reflexo direto do que vem ocorrendo com o clube fora de campo. Com o ambiente externo atrapalhando jogadores e comissão técnica, não há mínima condição do time encontrar o rumo na Segundona. Um cenário triste e ao mesmo tempo alarmante tendo em vista o risco de rebaixamento.

E quando falamos que o que ocorre fora das quatro linhas atrapalha não é apenas porque os jogadores estão insatisfeitos com salários atrasados. É porque eles estão preocupados com o que ocorre no ambiente pessoal, com contas a pagar e limitações financeiras. Isso tudo atrapalha não o jogo diretamente, mas os treinamentos. Se você não treina da melhor maneira, não chega qualificado o bastante para a partida. Logo, perde ou tropeça.

MILAGRE

Assim, não há milagre para mudar a situação coral. Não é Grafite que vai resolver o problema nem o tempo livre para treinar até o próximo jogo. O Santa Cruz precisa é de tranquilidade e de resolução fora de campo. Somente assim o jogo tricolor poderá fluir de uma maneira mais desejável.

A bola não entra por acaso já dizia o título do livro de Ferran Soriano sobre o Barcelona. Sem gestão qualificada fora de campo não há craque que resolva. E é bom os corais saberem bem disso porque a situação fica a cada dia mais complicada para a Cobra Coral na Série B.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias