Série B

Vitorioso no Arruda, Martelotte sabe da pressão na volta ao Santa Cruz

'A minha história dentro do clube já ficou pra trás. Tenho que provar sempre', disse

Diego Toscano
Diego Toscano
Publicado em 29/08/2017 às 15:45
Rodrigo Baltar/Santa Cruz
'A minha história dentro do clube já ficou pra trás. Tenho que provar sempre', disse - FOTO: Rodrigo Baltar/Santa Cruz
Leitura:

Entre jogador e treinador, Marcelo Martelotte vai para a sua quinta passagem pelo Tricolor do Arruda. Com títulos e acessos no currículo pelo Santa Cruz, o técnico chega respaldado pela torcida, que exaltou sua contratação nas redes sociais. Para Martelotte, apresentado nesta terça (29), a confiança só aumenta a responsabilidade de tirar a Cobra Coral da zona de rebaixamento da Série B.

"O que traz essa confiança da torcida foi o que já fiz até hoje. Vale muito pouco daqui pra frente. Lógico que, para um momento como esse, minha história dentro do clube talvez consiga trazer o torcedor nos próximos jogos. Mas tudo vai depender do que fizermos. A minha história dentro do clube já ficou (para trás) e tenho que provar sempre. É uma resposabilidade grande, mas acreditamos na recuperação, em tirar o Santa cruz dessa situação incômoda", explicou o treinador.

PASSAGENS

Ainda como goleiro, Martelotte chegou ao Santa Cruz em 1993. Na ocasião, foi campeão Pernambucano pelo Tricolor do Arruda. Seis anos depois, retornou ao clube e estava no elenco que subiu para a Série A. Já como treinador, a sua primeira passagem foi em 2013, com novo título do Estadual. Em 2015, pegou o Tricolor na zona de rebaixamento na Série B e colocou a equipe na elite do futebol brasileiro após 10 anos.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias