Série B

'Aqueles que estão achando que é recreio, acabou', cobra vice do Santa

Constantino Júnior afirmou que só vai ficar quem tiver com vontade de vestir a camisa do Santa

Diego Toscano
Diego Toscano
Publicado em 11/09/2017 às 18:18
André Nery/JC Imagem
Constantino Júnior afirmou que só vai ficar quem tiver com vontade de vestir a camisa do Santa - FOTO: André Nery/JC Imagem
Leitura:

Há oito jogos sem vencer na Série B, o elenco do Santa Cruz começa a ser cobrado de forma mais dura pela diretoria da Cobra Coral. Nesta segunda (11), em entrevista coletiva, Constantino Júnior, vice-presidente do Tricolor do Arruda, deixou claro que o time precisa reagir na competição - hoje, ocupa a 18ª posição, com 24 pontos - e que só vai continuar no clube quem tiver com vontade de vestir a camisa do Mais Querido.

"Limitação técnica pode até existir, mas é um momento de superação. Vai ficar aqui quem tiver vontade. Aqueles que estão achando que é recreio, acabou. Não podemos mais perder tempo ou achar que as coisas vão acontecer naturalmente. Temos que ter atitude dentro de campo. É a hora de separar o joio do trigo. Quero acreditar que todos vão abraçar essa causa. É preciso ter respeito com o torcedor e com a agremiação, e vamos cobrar isso dos atletas", frisou o vice-presidente do Santa Cruz.

REAÇÃO

Segundo Tininho, o grupo acolheu bem as críticas e também vai continuar trabalhando para tirar o Santa Cruz da zona de rebaixamento da Série B. "A gente tem conversado e encontrado respaldo (da cobrança) no grupo. Eles próprios cobram dos atletas que a gente pensa que não tão se dedicando ou que poderiam dar um pouco mais. A cobrança interna é importante. Temos pilares no nosso grupo. Eles têm um nome a zelar e precisam que todo o grupo esteja motivado para tirar o clube dessa situação", explicou Constantino Júnior.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias