Arruda

Técnico do Santa Cruz lamenta empate e exalta atuação no segundo tempo

O Santa Cruz empatou por 0x0 diante do Pesqueira, neste domingo, no Arruda, pela 9ª rodada do Estadual

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 25/02/2018 às 21:36
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
O Santa Cruz empatou por 0x0 diante do Pesqueira, neste domingo, no Arruda, pela 9ª rodada do Estadual - FOTO: Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Depois de empatar em contra o Pesqueira, o técnico Júnior Rocha lamentou ter perdido o volante Luiz Otávio, expulso, aos sete minutos do primeiro tempo. Ele ainda exaltou a entrega dos jogadores do Santa Cruz que jogaram com um jogador a menos durante quase toda a partida. Segundo o treinador, mesmo com a baixa no início do jogo os comandados tiveram uma boa postura.

"Achei um jogo equilibrado. Tivemos a expulsão do Luiz Otávio, que fez com que a estratégia fosse mudada. Mesmo assim, demoramos um pouco para ajustar o esquema. Já no segundo tempo fomos melhor. Conseguimos encaixar depois do intervalo. É difícil encontrar os espaços com um a menos. Mérito dos atletas que se superarão, se dedicarão e conseguimos suportar bem a partida", afirmou o comandante coral.

O Santa Cruz parou na trave em duas oportunidades com Robinho na cobrança de falta e Jorginho de cabeça. Chances lamentadas por Júnior Rocha, que se manteve confiante no futuro da equipe coral. "Tivemos boas oportunidades e se tivéssemos convertidos talvez estaríamos falando outras coisas depois do jogo. . É difícil com um a menos, complicado. Mas estamos construindo e melhorando a cada jogo. Está longe do que pensamos como ideal", disse o treinador.

EXPULSÃO

Júnior Rocha revelou que conversou com o volante Luiz Otávio sobre a expulsão. Ele fez questão de garantir que o jogador não teve má intenção no lance. "Jamais teve intenção de machucar. Faltou um pouco mais de leitura e concentração no jogo. Mas faz parte do contexto do jogo", finalizou o técnico. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias