Tricolor

Santa Cruz mira recuperação na Copa do Nordeste diante do ABC

Time titular deve passar por modificações e o técnico Itamar Schulle não descarta o uso de garotos da base

klisman
klisman
Publicado em 12/02/2020 às 18:36
Notícia
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Time titular deve passar por modificações e o técnico Itamar Schulle não descarta o uso de garotos da base - FOTO: Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Depois de um jogo desgastante contra o Salgueiro, em que atuou com um a menos por pouco mais de meia hora após a expulsão de Danny Morais, o Santa Cruz monta um quebra-cabeça para ter a equipe que enfrentará o ABC nesta quinta-feira (13), no Arruda, às 20h, pela Copa do Nordeste. Nesta quarta, a maior parte dos titulares realizou apenas um trabalho físico na academia, enquanto os reservas e aqueles que atuaram menos de 45 minutos contra o Carcará foram para o Centro de Treinamento Ninho das Cobras. A exceção foi o goleiro Maycon Cleiton, que seguiu para o trabalho com bola. 

O técnico coral, Itamar Schulle, explicou que busca várias formas - tecnológicas ou não - para se manter informado e ter mais embasamento quanto ao nível de cansaço dos atletas que poderão ser utilizados ou não. “Eu uso muito todos os acessórios que a gente pode no clube, que a gente tem. Exame de CK, catapult, e estamos buscando sempre com o fisiologista ver isso. Falei com o fisioterapeuta, o médico, e busco esses detalhes porque não gosto de ter jogador no DM, lesionado. Jogador lesionado sai caro para o clube. Então eu tomo muito cuidado para isso não acontecer”, comentou.

CHANCE DE APARECER

Como optou por utilizar todos que poderiam atuar do time titular, o comandante tem em mente que, para o confronto do Nordestão, precisará mexer na equipe. Alguns nomes, como o atacante Pipico e o zagueiro William Alves, participaram dos oito jogos que o Santa Cruz realizou no ano. Além deles, outros que, apesar de não ter o mesmo número de jogos, têm apresentado um alto desgaste, que são o volante Paulinho e o meia Didira. Com a iminência de mexer nos 11 iniciais, alguns mais jovens, incluindo pratas da casa, provavelmente receberão chances.

“Fico feliz com isso de usar os meninos e sei que não dá para pegar e jogar toda a responsabilidade com os meninos. Eu tomo cuidado e falo para estarem preparados. E acho que quinta-feira a mesma conversa vou ter. Vou ver os números, que estarão bem altos, e verei os atletas, como se sentem. Claro que o desgaste vai ser muito maior, e creio que vai ter uma diferença muito grande na equipe que jogou hoje e jogará na quinta-feira. Vou torcer para estarem preparados, vou vibrar e espero que a torcida também venha”, comentou o técnico. 

Dentre esses garotos que podem participar do confronto, tratado como uma decisão para o Tricolor não se afastar do grupo dos quatro melhores da sua chave, estão o meia João Cardoso e o volante André. Eles têm sido bastante elogiados por Schulle desde o começo da Copa São Paulo de Futebol Júnior, e podem receber uma chance no duelo. Maior ainda a possibilidade do armador, relacionado pela primeira vez contra o Salgueiro e por ser de um setor carente no elenco coral.

“Pode ser que a gente jogue e não consiga vencer, porque vai ser uma equipe em que a gente vai colocar alguns jogadores que a gente não deu oportunidade. Mas entrega e dedicação não vão faltar. A torcida e nós gostamos de dar oportunidade para os meninos novos, e precisamos do torcedor aqui para lotar o estádio, vibrar junto. Se o menino errar, não é para vaiar, e sim aplaudir, porque ele pode ser um grande valor que o Santa Cruz vai revelar amanhã, como outros que já revelou. Essa vai ser nossa maneira de agir para quinta-feira e que pode ser um divisor de águas pra gente, assim como pode ser para os meninos para fazer um grande jogo. E com um resultado positivo, se integrar cada vez mais a toda essa equipe”, finalizou.

ABC

O Alvinegro potiguar chega para o duelo sem seu principal jogador. O atacante Wallyson, com passagem pelo Santa Cruz em 2016, fraturou a tíbia no jogo da primeira fase da Copa do Brasil, no dia 5. Na Copa do Nordeste, o ABC ocupa a sexta colocação do Grupo A, com quatro pontos. O técnico Francisco Diá deve manter a estrutura da equipe, que vem atuando no 4-2-3-1, e promete não mudar o estilo de jogo - ofensivo, que busca ter a posse de bola - por estar jogando fora dos seus domínios.

FICHA DE JOGO

Santa Cruz

Mayco Félix; Toty (Júnior), Danny Morais, William Alves (Denílson) e Fabiano; Bileu, Ítalo Henrique (Lucas Gonçalves) e Jeremias (João Cardoso); Augusto Potiguar, Pipico e Mayco Félix. Técnico: Itamar Schulle

ABC

Rafael; Pedro Costa, Joécio, Vinicius Leandro e Marlon; Felipe Manoel, Cedric e Jailson; Núbio Flavio, Igor Goularte e Berguinho. Técnico: Francisco Diá.

Local: Estádio do Arruda. Horário: 20h. Árbitro: Glauco Nunes Feitosa (CE). Assistentes: Anderson Silveira Ribeiro e John Lennon Batista da Silva Chaves. Ingressos: R$ 15 a R$ 40.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias