Tricolor

Destaque da base, volante ressalta apoio recebido no Santa Cruz

André tem sido bastante elogiado pelo técnico Itamar Schulle, que vem dando chances ao garoto nos jogos

klisman
klisman
Publicado em 23/02/2020 às 12:26
Notícia
Foto: Cristiano Fukuyama/Santa Cruz
André tem sido bastante elogiado pelo técnico Itamar Schulle, que vem dando chances ao garoto nos jogos - FOTO: Foto: Cristiano Fukuyama/Santa Cruz
Leitura:

Hoje com 19 anos, André veio de São Paulo sem muita crença do clube. Aos poucos, buscou seu espaço, se destacou nos juniores e ganhou a braçadeira de capitão do time Sub-20. Disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior e foi um dos destaques do Santa Cruz na competição. Incorporou o espírito que o técnico Itamar Schulle gostaria de ver na sua equipe. Desde a pré-temporada, agradou o treinador após um jogo-treino. O comandante o puxou para conversar, destacou o que o agradou e revelou planos para utilizar o garoto. Essas chances vieram mais cedo do que o prata da casa esperava. Mesmo com apenas três partidas disputadas pelo profissional, tem recebido elogios da comissão técnica, jogadores e torcida.

André é uma das promessas da base coral. Para que realmente atinja o potencial que o clube tem enxergado nele, é preciso ser lapidado. Ele conta com a orientação dos atletas experientes do elenco, como o atacante Pipico, os zagueiros Danny Morais e William Alves, e o volante Tinga, para seguir o caminho correto nessa caminhada. Além disso, o próprio jogador tem colocado na cabeça a ideia de aproveitar o máximo, já que tem recebido todo o suporte para isso.

“Eu venho bem a vontade. Nos treinos eu tento dar sempre o máximo, fazer o que venho fazendo de costume, sem mudar nada. Venho fazendo desde a base e tento continuar no profissional. Isso me deixa mais à vontade nos treinos. O elenco é muito bom, me aproximou muito (a eles), abraçou, acolheu e ajudou bastante. O Pipico fala muito comigo, o Tinga, que é experiente também e me ajuda muito, conversa muito comigo, o Danny Morais. São caras que me apoiaram muito na minha subida e passam muita tranquilidade para eu fazer meu trabalho com o mínimo de pressão possível”, afirmou o volante.

Os elogios de Itamar Schulle ao cabeça de área têm sido recorrentes. Em várias coletivas, o treinador já passou moral para André, e destacou o quanto tem estado satisfeito com o trabalho do jovem valor. "André é um jogador que eu gostei desde quando o vi, no jogo treino que fizemos contra a base. Dei uma oportunidade a ele num jogo difícil contra o ABC, em casa, pela Copa do Nordeste. Que é uma competição muito difícil. E ele mostrou muita entrega e personalidade. Bastante lúcido naquilo que tinha de fazer", comentou o técnico logo após a partida contra o Central, em que André fez a estreia como titular no Santa Cruz.

Além de André, outros jogadores subiram da base e já receberam suas primeiras chances, como os meias Felipe Simplício e João Cardoso, assim como o atacante Felipe Almeida. Jogadores que, futuramente, podem crescer e se tornar peças importantes no elenco para o decorrer da temporada. E, em seguida, render aos cofres da Cobra Coral.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias